Denúncias de violência contra idosos aumentam no Rio e caem em Niterói

Raquel Morais –

Dados do Disque Denúncia do Rio de Janeiro apontam que o número de denúncias de agressão a idosos aumentou 64,17% quando comparado o período de 1º de janeiro a 13 de março de 2016 e 2017. O número saltou de 254 denúncias para 417, número muito expressivo para o primeiro trimestre do ano. Apesar da expressividade em Niterói o número caiu de 66 telefonemas em 2016 para 19, queda de 71,21%.

Os idosos com mais de 70 anos são os que mais sofrem com negligência e violência, seja física e psicológica, segundo um levantamento feito pelo órgão. Segundo relatos anônimos cadastrados no Disque-Denúncia, idosos completamente dependentes de cuidados especiais por parte de seus familiares sofrem com negligência além de terem os valores de suas aposentadorias e pensões subtraídos por seus próprios filhos, netos, outros parentes e até mesmo pelas suas cuidadoras.

A quantidade de denúncias de Niterói em 2017 (19), além de ter sido menor do que em 2016, também foi menor do que o mesmo período em 2015, que contabilizou 61 denúncias. O número foi 68,85% mais baixo comparando os dois anos. “Ainda bem que eu nunca passei por uma situação dessa, mas acredito que eu denunciaria. Acho que não ia conseguir ficar com minha cabeça tranquila sabendo que vi um idoso sendo agredido e não fiz nada”, comentou a dona de casa Lúcia Vieira, de 54 anos.

As denúncias são completamente anônimas e podem ser feitas pelo telefone (21) 2253-1177 ou 03002531177 e custam apenas uma ligação local.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *