Demora no atendimento de banco a advogados provoca tumulto

Anderson Carvalho

Advogados de Niterói que foram ontem receber o mandado de pagamento de causas ganhas na justiça, penaram na fila na agência do Banco do Brasil na Rua da Conceição, 183, no Centro, designada para pagar os mandados à categoria. Graças à liminar deferida pela 4ª Vara do Trabalho de Niterói (pedida pela OAB-Niterói) na última segunda-feira 19), as agências do BB têm que atender, por quatro horas por dia, os advogados e efetuar o pagamento. Porém, na hora de receber, muitos se queixaram da lentidão no atendimento e denunciaram uma suposta “Operação Tartaruga” por parte dos bancários, que estão em greve desde o último dia 4.

Pouco antes das 15 horas de ontem, havia cerca de 50 advogados na entrada da agência que tinham chegado ao local às 11 horas e ainda não tinham sido atendidos. Em cumprimento à liminar, a agência definiu que o atendimento seria das 11h às 15h. “A lei de greve determina pelo menos 30% de atendimento. Das três caixas da agência, apenas uma está trabalhando. Mesmo assim, recebe um de cada vez e demora em média meia hora”, queixou-se a advogada Déborah Ferraz, que chegou ao local às 11 horas e às 15 horas ainda não tinha sido atendida.

“Quando não tem greve, o atendimento é feito no 2º andar e era rápido. Agora, exigem vários documentos, como identidade funcional e outros documentos. Não tem atendimento prioritários para idosos. Eles foram multados em R$ 10 mil por não terem aberto na última segunda-feira”, informou o advogado Celso Oliveira, delegado da Comissão de Defesa e Assitência a Perrogativas dos Advogados da OAB-Niterói.

Felipe Praxedes chegou à agência pouco antes das 11 horas após não ter conseguido atendimento anteontem. “No final do expediente não deram senha para os que estavam na fila. Tenho um mandato de pagamento que vence hoje e não sei se conseguirei receber depois”, contou. Danielly da Silva estava com a filha de três anos no colo sentada em um dos seis bancos disponibilizados aos clientes. “Estive na última segunda-feira em São Gonçalo e me disseram que lá só recebiam mandados físicos. Enviaram-me para a agência do Tribunal de Justiça, no Rio, que estava fechada. Fui nas agências de Copacabana e Bonsucesso, no Rio, também fechadas e vim hoje para cá”, relatou.

O Banco do Brasil informou que cumpre estritamente o que está na liminar, negou haver qualquer “operação tartaruga” e que o atendimento está normal. Não há possibilidade de fornecer senhas, pois, o horário seria estendido. O Sindicato dos Bancários de Niterói e Região informou que a decisão judicial é cumprida à risca.

One thought on “Demora no atendimento de banco a advogados provoca tumulto

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

16 − seis =