Delegacia intensifica apreensão de armas

Criada em abril deste ano, a Desarme (Delegacia Especializada em Armas, Munições e Explosivos) vem apresentando resultados importantes no combate ao tráfico e outras formas de comércio ilegal ou irregular de armamentos. Além de retirar das ruas fuzis, os agentes apreenderam armas como revólveres e pistolas de uso restrito, assim como granadas e radiotransmissores.

O primeiro grande resultado da delegacia aconteceu em junho, quando 60 fuzis foram apreendidos no Aeroporto Internacional Tom Jobim, vindos de Miami, nos Estados Unidos. Entre abril e outubro deste ano, o Estado já havia apreendido 5.231 armas, sendo 305 fuzis.

“A criação de uma delegacia especializada é uma conquista, porque é importante que haja uma unidade de investigação sobre este tema, pois vários tipos de crime envolvem armas de fogo: homicídio, latrocínio e tráfico de drogas. Fazemos um trabalho de investigação de longo ou médio prazo para identificarmos pessoas e grupos ligados ao tráfico de armas”, explicou Fabrício Oliveira, delegado da Desarme.

De acordo com Fabrício Oliveira, parte do sucesso deve-se às parcerias com outras delegacias, como as especializadas em Roubos e Furtos de Cargas; de Automóveis e a Delegacia de Defraudações, além da integração com outras instituições: Polícia Rodoviária Federal, Polícia Federal, Receita Federal e as polícias de outros estados. Como o tráfico de armas envolve ações que começam fora do estado e até do país, desde a sua inauguração a unidade tem estreitado os laços também com agências internacionais.

Apoio
Além da apreensão de armas, outras ações policiais contaram com o apoio/investigação da especializada nesses sete meses, como apreensão de drogas e localização de procurados de outros estados.

A Delegacia Especializada em Armas, Munições e Explosivos está instalada na Cidade da Polícia, no bairro do Jacaré.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

7 − 3 =