Delegacia de Homicídios investiga latrocínio em SG

Agentes da Delegacia de Homicídios de Niterói, São Gonçalo e Itaboraí (DHNSG) passaram a investigar, desde a tarde de terça-feira (08) um provável crime de latrocínio (roubo seguido de morte), ocorrido na Rua Francisco Neto, no bairro Bandeirantes, em São Gonçalo. A equipe de investigação apurou que dois homens, um deles identificado como Gean Marcos da Silva, de 21 anos, saíram de Nova Iguaçu, na Baixada Fluminense, e foram comprar uma motocicleta no local.

Durante a compra, eles foram surpreendidos por uma dupla de criminosos armada, numa motocicleta, de cor azul. Um dos marginais atirou contra Gean e em seguida roubou o carro onde estavam os amigos. Uma das vítimas conseguiu escapar da ação dos criminosos, encontrou os policiais do Programa São Gonçalo Presente e pediu ajuda. Ao chegarem no local, os policiais constataram que Gean não resistiu aos ferimentos e morreu.

Na manhã de quarta-feira (9), o delegado Bruno Cleuder, titular da DHNSG e responsável pelas investigações, atualizou sobre o caso. De acordo com ele, evidências estão sendo colhidas para tentar identificar os criminosos.

“A linha de investigação é latrocínio. As vítimas entraram em contato para efetuar a venda de uma moto e nessa situação houve abordagem para tentar roubar o veículo. A vítima que está viva forneceu algumas informações para identificar os autores. A gente conseguiu imagem de uma câmera, falta algumas”, explicou Cleuder.

Ainda de acordo com Cleuder, os criminosos utilizaram perfis falsos, popularmente conhecidos como “fakes” para atrair as vítimas. Entretanto, o delegado ressaltou que, no momento, não é possível afirmar que alguma quadrilha especializada nesse tipo de crime esteja por trás da ação.

“A gente vai quebrar os dados para ver. [Os criminosos] usaram de ‘fakes’ para conversar. A gente precisa quebrar, saber quem é, identificar quem conversou para a gente chegar a essa conclusão”, concluiu o delegado.

A ocorrência foi registrada na DHNSG no dia do crime e o carro anteriormente roubado foi abandonado pelos bandidos, que conseguiram fugir. As investigações estão em andamento para apurar os fatos. A perícia foi feita no local, e o corpo da vítima foi encaminhado para o IML. Diligências seguem em busca de informações que ajudem a identificar e prender os autores do crime.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

4 + dezessete =