Danielle Bornia fora da disputa pela Prefeitura de Niterói

A candidatura de Danielle Bornia à prefeitura de Niterói, pelo PSTU, foi indeferida. O motivo alegado pelo Tribunal Regional Eleitoral (TRE) foi o julgamento de contas não prestadas nas eleições de 2018, quando Danielle concorreu a deputada estadual. A tarefa de defender as bandeiras do partido caberá, a partir de agora, ao novo candidato a prefeito de Niterói Sérgio Perdigão. Ele é professor da Rede Pública Estadual, dirigente licenciado do Sindicato Estadual doa Profissionais da Educação (SEPE-RJ) e antes candidato a vice de Danielle. O novo candidato a vice-prefeito será Carlos Augusto Machado.

“A conclusão da Justiça Eleitoral é que não teve prestação de contas. Estou tranquila e confiante no partido. A minha tarefa era representar a chapa que apresenta uma alternativa revolucionária e socialista para os trabalhadores de Niterói. Nós conseguimos esse propósito e quem está à frente é Sérgio Perdigão. Mas nosso partido, militância e nossos apoiadores também seguem na tarefa de apresentar esse programa para os trabalhadores”, frisou Danielle Bornia.

Perdigão concordou com Danielle e levantou a bandeira dos trabalhadores. “O PSTU tem um programa socialista e revolucionário, construído cotidianamente e de forma coletiva, que apresentamos em todos os espaços, nas lutas da classe trabalhadora, e também nas eleições. E, neste momento, vou seguir defendendo que os trabalhadores devem governar a cidade através dos Conselhos Populares, decidindo para onde vai 100% do orçamento público, para que tenham suas necessidades atendidas no combate à pandemia da Covid-19 e ao desemprego gerado pela crise econômica, garantindo quarentena com emprego e renda e um plano de obras públicas para sanar as deficiências da saúde, educação, saneamento e transporte da cidade. Vamos continuar a combater o machismo, o racismo, a lgbtfobia, levantar a bandeira de Fora Bolsonaro e Mourão, com propostas para que Niterói deixe de ser uma cidade desigual e onde os problemas trazidos pelo sistema capitalista sejam combatidos”, acrescentou Sérgio Perdigão.

Em apuração…

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

quinze + 14 =