Dados mostram queda de roubo nas ruas e de veículos em Niterói

Pedro Conforte –

Os crimes que mais pegam a população de surpresa, como assalto e roubos de veículos, apresentaram queda na cidade de Niterói em fevereiro. É o que divulgou ontem o Instituto de Segurança Pública (ISP). O indicador de Roubo de Rua (somatório de incidências de roubo a transeunte, roubo em coletivo e roubo de aparelho celular) apresentou queda de quase 20% na comparação entre fevereiro deste ano e de 2018, redução semelhante nos casos de roubos de veículos.

De acordo com os dados divulgados, 354 pessoas foram vítimas de roubo nas ruas de Niterói, uma média de um crime a cada duas horas na cidade, em fevereiro. Apesar de o número parecer grande, houve redução na comparação com o mesmo período do ano passado, quando foram registrados 423 roubos de rua (queda de 19%). A redução é ainda maior se a comparação levar em conta os dois primeiros meses de 2019, quando foram 679 registros frente aos 855 de janeiro e fevereiro do ano passado (uma redução de 25%).

Na cidade de Maricá, a redução foi semelhante: foram 55 roubos de rua em fevereiro deste ano contra 66 no mesmo mês de 2018, uma queda de 16%. Roubo de carro foi o índice que mais apresentou queda na cidade, de 138%. Foram 13 registros no mês passado frente aos 31 no mesmo período do ano passado.

Quem também registrou queda no número de roubo de carros foi Itaboraí: uma redução de 50% (sendo 161 em fevereiro de 2018 e 80 em fevereiro desse ano). Apesar de não ter sido tão expressivo, o número de roubos de carros também caiu em São Gonçalo: em fevereiro de 2018 foram 543 ocorrências contra 407 este ano, uma queda de 25%.

A redução nos roubos de veículos foi uma constante em todo o Estado, a queda foi de 26% no estado em relação a fevereiro de 2018. O roubo de rua (a transeunte, de aparelho celular e em coletivo) se manteve estável no mês de fevereiro: aumento de 1% em relação a fevereiro de 2018, nos números referentes a todo o Estado.

Ainda referente ao número de todo o Rio de Janeiro, o indicador letalidade violenta (homicídio doloso, latrocínio, lesão corporal seguida de morte e morte por intervenção de agente do Estado) , apresentou queda de 16% em relação a fevereiro do ano passado. Este indicador apresentou ligeiro aumento em Niterói, passando de 17 para 19.

Dupla especializada em roubo à residência é presa

A Polícia prendeu ontem dois homens, apontados como autores de diversos roubos a residências na Região Oceânica de Niterói e em Maricá. De acordo com a Polícia Civil, Lucas Gonçalves dos Santos, conhecido como Bala, e Issac Saldanha de Aráujo, o Dolinho, eram procurados pela Justiça e foram encontrados em São Gonçalo.

De acordo com Polícia Civil, uma operação foi montada ontem pela 81ª DP (Itaipu), com o apoio da 82ª DP (Maricá) e da Coordenadoria de Recursos Especiais (Core) para prender os dois foragidos. Contra eles havia mandados de prisão expedidos pela 2ª Vara Criminal de Niterói.
O Setor de Inteligência identificou a participação deles em diversos roubos a residências na Região Oceânica de Niterói e Maricá, sendo reconhecido inclusive em um roubo no bairro Cafubá em janeiro desse ano. Eles também integram o tráfico de drogas na comunidade da Chumbada. Com Lucas, os agentes apreenderam 597 papelotes de maconha.

A dupla também é investigada pela Delegacia de Homicídios de Niterói e São Gonçalo pela autoria do homicídio de uma senhora enquanto roubavam sua residência em Maricá, em dezembro de 2018.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *