Dados do Enem são omitidos pelo Inep, e preocupam especialistas

O Inep (Instituto de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira) divulgou na última sexta-feira (18) informações parciais referentes ao Enem (Exame Nacional do Ensino Médio) de 2020, e do Censo Escolar da Educação Básica de 2021. Os dados publicados, no entanto, tiveram recortes como raça, renda, ou até mesmo por escola, omitidas com base na Lei Geral de Proteção de Dados (LGPD). Técnicos especialistas falam em apagão.

Outras informações, de anos anteriores, foram retiradas do ar para serem “adequadas ao novo formato”, e não há previsão de retorno. No portal na internet, o Inep alegou que omitiu os dados como forma de suprimir qualquer possibilidade de identificação das pessoas. Contudo, as tabelas não contém informações pessoais, sendo os alunos identificados por meio de códigos.

Dessa forma, especialistas em educação estão preocupados por causa do “apagão” dos dados. Sem as informações, não é possível fazer uma análise profunda dos desafios brasileiros, como a evasão escolar durante a pandemia, ou elaborar politicas públicas para enfrentar os possíveis problemas. A avaliação do governo Jair Bolsonaro (PL) também é impeditiva, alertaram.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.