Curta Solar terá a exibição de seis filmes

O Solar do Jambeiro promove a 12ª edição do projeto “Curta Solar”, hoje, a partir das 19h. Serão exibidos seis curtas-metragens selecionados por meio de edital que contou com a participação de 174 filmes de todo o Brasil. A entrada é gratuita e a classificação etária é livre.
Filmes que serão exibidos:

Mãe, Acorda a Vovó (Goiânia-GO, 2017, 20′) – Produzido por Lwmuus e Kam Filmes e dirigido pelo goiano Cássio Domingos, “Mãe, Acorda a Vovó” aborda a história de José, um garoto de 9 anos que não consegue chegar a tempo para o velório de sua avó materna, que o criou. Agora, José terá que lidar com a dor de sua ausência em tempos de crise. Com fotografia de Diego D’ascheri e Marcelo Kamenach, o filme recebeu uma Menção Honrosa no IV Favera (Festival Audiovisual Vera Cruz). No elenco, Joseph Rodrigues.

Nome Provisório (Santos-SP, 2017, 20′) – Dirigido por Bruno Arrivabene e Victor Alencar, “Nome Provisório” conta a história de Renata que aguarda a chegada de uma amiga em um restaurante. Renata acaba por se encontrar com uma família em festa pela gravidez de um casal. A descoberta do sexo do bebê traz à tona uma importante reflexão. A trama retrata a expectativa familiar sobre um individuo e suas consequências. No elenco, Glamour Garcia (melhor atriz do 2° Festival de Cinema do Paranoá-DF), Antoniela Lourenço, Priscila Ribeiro, Raquel Rollo e Toni Oliveira.

Blaxploitation – A Rainha Negra (Goiânia-GO, 2014, 21′) – Dirigido por Edem Ortegal, “Blaxploitation – A Rainha Negra” traz a história da policial nerd Eva Brown e sua esposa, a cinéfila Juliana, que descobrem que um poderoso coronel do estado está envolvido em um monstruoso, crime que poderá destruir sua carreira. Após caírem no primeiro round da luta, as meninas mais malvadas da cidade voltam para provar que a vingança é tão doce como jujubas e tão divertida e explosiva quanto o cinema de ação. Com fotografia de Emerson Maia, o filme tem no elenco, Antônio Zayek, Liomar Veloso, Mari Peixoto, Mariana Nunes e Norval Berbai.

As Portas Estão Abertas (São Paulo-SP, 2015, 20′) – Tendo na direção, Henrique Crise, “As Portas Estão Abertas” narra a trajetória de Rosa, uma boliviana que trabalha em uma oficina de costura clandestina em São Paulo, num regime de semiescravidão, enquanto sua filha a espera na Bolívia. O filme foi selecionado para o II Festival de Cine y Derechos Humanos de Madrid (2017), obteve uma Menção Honrosa na V Mostra de Curtmetratges per La Identitat, realizada em Barcelona. “As Portas Estão Abertas” tem no elenco, Sandy Molina, Urzula Arratia, Diego Villa Ramos, Paulo Pellegrini e Raul Arratia.

Marias (Rio de Janeiro-RJ, 2017, 20′) – Da proibição de usar uma roupa até o controle do que comer. Cinco histórias. Cinco mulheres que sofreram um relacionamento abusivo e quatro tiveram a coragem e a oportunidade de expor o que passaram por tanto tempo. Uma delas não teve essa chance e sua filha mais velha, Yasmin Dias, que presenciou todo seu sofrimento, conta tudo o que aconteceu no documentário “Marias”. Depois de tantas, quem será a próxima vítima? No Festival Cine PE 2018, onde viu seu filme ser ovacionado, a diretora Yasmin Dias revelou emocionada que quis transformar sua dor em arte.

Aviãozinho (Juazeiro do Norte/CE, 2016, 05’43) – Produzida no Sertão do Cariri, na cidade de Juazeiro do Norte/CE, a animação Aviãozinho, dirigida por Antônio Jr., é uma fábula que tem como principal personagem, um jovem plebeu que decide trabalhar para os nobres, sem saber que isso iria lhe custar muito caro. A animação conta com os desenhistas Alisson Pereira Flor, Joseph Olegário e Carlene Cavalcante.

O Solar do Jambeiro fica na Rua Presidente Domiciano, 198 no bairro Boa Viagem. Mais informações pelo telefone (21) 2109-2222.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

nove − 5 =