Cuidar de plantas é uma boa opção no período da quarentena

O período da quarentena está sendo passado pelas pessoas de diversas maneiras. Há quem se desespere, entre em pânico e se sinta enclausurado dentro de casa. Por outro lado, essas sensações podem ser minimizadas através de pequenas ações que ajudam na distração nesse período da epidemia do coronavírus. As plantas podem ajudar muito nesse processo e tem muito niteroiense se dedicando aos cuidados delas e o resultado é mente mais calma e consequentemente qualidade de vida.

A paisagista Rayra Lira explica que na quarentena é difícil fazer a hora passar, principalmente para quem está acostumado a sair para trabalhar e agora precisa ficar em casa.

“As plantas ajudam no processo terapêutico, além de harmonizar a casa e levar equilíbrio, ajudam a desenvolver os sentidos e proporcionam bem-estar físico e mental. Os benefícios para a saúde são muitos como, por exemplo: melhora da concentração, diminuição do estresse e do cansaço mental. As plantas podem reduzir os níveis de ansiedade e seu cheiro pode ajudar a melhorar a qualidade do sono e a produtividade durante o dia; prevenção de irritações nos olhos, problemas respiratórios e dores de cabeça, absorção de gases tóxicos do ambiente e auxiliar no controle da umidade,” contou.

A assistente jurídica Suellen Souza, de 31 anos, é um ótimo exemplo de como as plantas acalmam na rotina do dia-a-dia. “Agora ficando em casa no isolamento as plantas me ajudam muito. É uma terapia e eu faço rega duas vezes por dia. Eu gosto do contato com a planta. Gosto de conversar e dar atenção para elas. Por exemplo, a Jiboia consegue se adaptar aos ambientes com sombra, mas adora locais com luz indireta. É ideal para colocar em lugares altos como estantes e prateleiras. Ela é linda, fácil de cuidar e é excelente para purificar o ar. Só tem que ter cuidado porque é uma planta tóxica e deve ser mantida longe de crianças e animais domésticos”, frisou.

Já a jornalista Luana Souza contou que ela e a família estão se desdobrando pra encontrar atividades para a Giovana, de 3 anos, e cuidar das plantas é uma das atividades preferidas da pequena. “Ela tem muita energia e só as atividades comuns das brincadeiras infantis não dão conta. A criança se sente ocupada quando compartilhamos com ela parte das tarefas que seriam só nossa e tudo acaba na brincadeira” contou Luana que em tempos de isolamento social conta com a ajuda da mãe Teresa Cristina (foto) para ajudar a cuidar da filha.

E no ponto de vista da medicina o cuidado com as plantas é visto como terapêutico, como afirma a neurologista Isabella Braga. “Além de trazer beleza, harmonia e vida ao lar, o ato de cuidar de plantas promove um bem-estar geral, principalmente no que diz respeito à saúde mental. Tal ato ajuda no controle da ansiedade e depressão, ajudando a estabilizar o humor, ‘distraindo a mente’ e tirando o foco de problemas. Algumas plantas ainda exalam cheiros característicos que ajudam até mesmo a relaxar a mente e melhoram a qualidade do sono, levando o indivíduo a uma maior produtividade durante o dia’, finalizou.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *