Cuidando da vida dos macaenses

Fazer a revisão preventiva, ter toda documentação obrigatória, conhecer o destino escolhido, ter cuidados com suprimento e bagagem, usar o cinto de segurança, não misturar álcool e direção, respeitar os limites de velocidade e não realizar ultrapassagens proibidas. Estes são alguns dos cuidados que os condutores devem ter para viajar com maior segurança neste fim de ano. E para lembrá-los disso, a equipe de Educação no Trânsito da Mobilidade Urbana encerrou, nesta quinta-feira (22), mais uma etapa da campanha “Planejar é Proteger”.

A equipe atuou em semáforos no Centro, com distribuição de material educativo que alerta os motoristas sobre os cuidados necessários neste que é um dos períodos de maior movimento nas rodovias e, consequentemente, de aumento no número de acidentes. Com isso, o objetivo é uma mudança no comportamento do cidadão.

“Além das festas de Natal e Réveillon no final do ano, ainda temos o mês de janeiro, que é período de férias e logo depois o Carnaval. Então o planejamento para o antes, durante e a volta da viagem são fundamentais, tais como outros cuidados, como não beber e dirigir. A consciência e a responsabilidade do condutor são os fatores mais importante para evitar tragédias no trânsito”, disse o secretário de Mobilidade Urbana, Júlio Antunes.

Inclusive, o tema “álcool e direção” também foi abordado, com distribuição de material da campanha “Acidentes costumam pegar carona com a imprudência”: “No período de final de ano, o problema da violência no trânsito nas rodovias aumenta, consequência do aumento significativo do movimento e da imprudência. Por isso queremos chamar a atenção dos motoristas, criar um senso de responsabilidade para evitar consequências devastadoras”, alertou a coordenadora de Educação no Trânsito, Josiana Marques Wilme.

O condutor André Corrêa, que está se preparando para ir ao Rio de Janeiro nas festividades de fim de ano, concorda que o cuidado deve ser redobrado na hora de viajar. “Tenho duas filhas que vão viajar comigo, então, tudo tem que estar em ordem com o carro. Eu redobro a atenção na estrada, porque temos que dirigir por nós, mas com muita atenção nos outros também, porque há muita imprudência”, finalizou.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

dois × dois =