Cubango aposta na história de objetos de proteção para ascender ao Grupo Especial

Raquel Morais –

A Acadêmicos do Cubango será a sexta escola a desfilar no sábado de folia, pela Série A, defendendo o enredo ‘’Igbá Cubango – a alma das coisas e a arte dos milagres’’, assinado a quatro mãos pelos carnavalescos Gabriel Haddad e Leonardo Bora. No barracão da agremiação os trabalhos estão avançados e a verde e branca de Niterói levará quatro carros alegóricos para a passarela do samba. Ao todo 2.700 componentes vão defender a escola da Zona Norte de Niterói divididos em 20 alas.

A escola contará a história sobre as devoções aos objetos de proteções como patuás, carrancas, velas e até mesmo fotos e ambientes como sala de milagres, por exemplo. Tudo feito com carinho e profissionalismo em busca do primeiro título da história no carnaval do Rio de Janeiro.

“Estamos atentos aos detalhes e ter dois carnavalescos é ótimo, pois a tendência é ter um resultado melhor com equilíbrio entre duas visões artísticas distintas. No barracão a fase é de finalização de decoração que é a etapa mais delicada. Queremos terminar com um pouco de antecedência para podermos conferir tudo com mais detalhes ainda”, frisou o carnavalesco Leonardo.

O primeiro carro, o abre alas, foi batizado como “Igbá Cubango” e terá duas alegorias acopladas e principalmente vai valorizar as cores da escola, além de trazer a velha guarda da escola de samba com três destaques.

“A ideia é brincar com o emocional das pessoas e vamos dialogar com a memória da escola nesses quase 60 anos de fundação. Vai trazer a memória afro brasileira como se fosse um grande terreiro da Cubango”, contou Leonardo.

O segundo carro “De pedir proteção”, o terceiro “De pagar promessas” e a última alegoria “Da promessa que é dívida – salve-se quem puder!”. Ao longo do desfile o carnavalesco explicou que vai usar muitas fitas amarradas, como um fio condutor do desfilem.

“As fitinhas do Bonfim retratam essa questão do ritual e da crença nos objetos”, completo Bora.

A comunidade está participativa nos ensaios e com a letra na ponta da língua.

A surpresinha da avenida ficará na comissão de frente, assinada pelo coreógrafo Sérgio Lobato.

“O enredo trata de objetos sagrados e de alguma forma conecta o ser humano ao transcendente. Trabalhar essa questão sempre gera uma emoção diferente e o ritmo visual será interessante e tudo está muito costurado”, pontuou Leonardo.

FICHA TÉCNICA
Presidente: Rogério Belisário
Vice-presidente: Paulo César Quintanilha
Carnavalescos: Gabriel Haddad e Leonardo Bora
Diretor de Carnaval: Márcio André
Diretores de Harmonia: Alan Guimarães e Daniel Katar
Intérprete: Thiago Brito
Mestre de Bateria: Demétrius
Rainha de Bateria: Maryanne Hipólito
Coreógrafo da Comissão de Frente: Sérgio Lobato
1° Casal de Mestre-sala e Porta-bandeira: Diego Falcão e Patrícia Cunha
2° Casal de Mestre-sala e Porta-bandeira: Rodrigo Machado e Mariana Azevedo
Diretora da Ala de Passistas: Marluci Azevedo
Diretora da Ala de Baianas: Dona Nair
Autores do Samba: Robson Ramos, Sardinha, Duda Tonon, Anderson Lemos, Ailtinho, Sérgio Careca, Carlão do Caranguejo e Samir Trindade

SAMBA ENREDO
Vou buscar pra mim a força do seu axé
Menino babalotim no sagrado afoxé
Menino babalotim no sagrado afoxé

Aos pés do morro fiz o meu terreiro
Onde o padroeiro veste a palha em seu altar
Atotô eu bato cabeça pra omulu
Nesse chão tem pipoca pro santo
Oferendas do meu mundo verde e branco

Ê saruê baiana, ê saruê baiana
Gira laguidibá, giram saias e guias
Carrego no patuá a sua sabedoria

Búzios, carrancas, balangandãs
Relíquias e milagres
no caminho.
Sou peregrino e amarro a minha fé
A cruz no peito pra me abençoar
No céu de promessas um presente ofertar

Em Romaria, eu agradeci
Na alma das coisas, acreditei
Pedaço de sonho, ex-voto na mão
Um coração bordado ao Divino Rei

Senhor, tem piedade de nós
Eis a oração em nossa voz
Tem gente vendendo, ao povo, ilusão
Acendo vela, peço salvação

Ko si oba kan, ôôô
Ofi olorum, ôôô
Igba Cubango, meu amuleto
Proteção e amor

Ko si oba kan, ôôô
Ofi olorum, ôôô
Igba Cubango, meu amuleto
Proteção e amor

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *