Cruzeiro está no Porto do Rio com pelo menos 20 infectados pela Covid-19

Mais um cruzeiro está sendo alvo de investigação epidemiológica pela Secretaria de Estado de Saúde (SES), Secretaria Municipal de Saúde do Rio de Janeiro (SMS Rio) e pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa). Dessa vez o navio MSC Preziosa está no Porto do Rio com suspeita de pelo menos 20 casos de Covid-19. A embarcação veio de Búzios, na Região dos Lagos nesse domingo (2), mas ficou ancorado em Copacabana durante a queima de fogos.

A Anvisa informou que está a bordo, investigando os casos, e deverá soltar uma nota quando o trabalho for encerrado. Não há, entretanto, certeza de que a investigação seja concluída neste domingo. A Anvisa recomendou ao Ministério da Saúde a suspensão da temporada de cruzeiros no país no último dia 31.

Em nota, a MSC Cruzeiros informou: “identificamos um pequeno número de casos de Covid-19 entre as pessoas que estão a bordo do MSC Preziosa, que representa 0,6% do total da população a bordo. Todos os casos são assintomáticos ou com sintomas leves. Conforme definido pelo protocolo, isolamos imediatamente estas pessoas e seus contatos próximos em uma seção dedicada e separada do navio, em cabines com varanda, seguindo as medidas previstas para este tipo de situação. As autoridades de saúde acompanham de perto as nossas operações e todas as informações relativas às suspeitas ou confirmação de casos são oficialmente informadas a elas”.

Os navios da empresa, no Brasil, operam com a capacidade reduzida de 75% de ocupação, e durante a viagem, são obrigatórios o distanciamento social entre grupos de viajantes e o uso de máscaras faciais em áreas públicas. Espaços e ambientes públicos internos como, por exemplo, teatro, lounges, restaurantes, kids clubs também funcionam com capacidade reduzida.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.