Critérios para abertura gradual de parques estaduais são divulgados pelo Inea

O Instituto Estadual do Ambiente (Inea), órgão vinculado à Secretaria do Ambiente e Sustentabilidade, divulgou as novas regras para a abertura gradual das unidades de conservação estaduais. Entre as novidades, a visitação agendada aos sábados, domingos e feriados a atrativos definidos pelo instituto.

A trilha de acesso ao Costão de Itacoatiara e à Enseada do Bananal, no Parque Estadual da Serra da Tiririca, será reaberta no dia 15 de agosto de 2020. Aos sábados, domingos e feriados, a visita deverá ser previamente agendada para evitar aglomerações. Em dias úteis, a trilha ficará aberta ao público das 8h às 17h. Para agendamento de visitas, basta acessar o site www.sympla.com.br/peset e marque o dia e horário do passeio. Em caso de chuva, a trilha é fechada. O Monte das Orações, o Morro das Andorinhas e a Pedra do Elefante/Alto Mourão seguem fechados.

De acordo com a portaria, a trilha da Pedra do Telégrafo, no Parque Estadual da Pedra Branca, será reaberta no dia 29/8, com agendamento de visitação aos sábados, domingos e feriados. O link para o agendamento das visitas será disponibilizado no site www.inea.rj.gov.br/visiteparquesestaduais. Todas as cachoeiras, a Pedra do Quilombo, a Pedra do Osso e o Açude do Camorim seguem fechados.

Nos dias em que o agendamento prévio é necessário e, se chover, o passeio deverá ser remarcado. Para participar dos passeios, os visitantes deverão respeitar as medidas de segurança estabelecidas pelo Inea: uso de máscara; limite máximo de dez pessoas por grupo; distância mínima de dois metros das pessoas; e uso do álcool líquido ou em gel para higienização das mãos. Todo o resíduo produzido durante a visita deve ser retirado e descartado adequadamente fora do parque.

Nas trilhas das unidades de conservação, seguem autorizadas as práticas desportivas individuais ou coletivas – em grupos de até dez pessoas –, de acordo com o respectivo plano de manejo, desde que adotados os procedimentos sanitários necessários, entre eles o uso obrigatório de máscara em todos os espaços dos parques, a observação do distanciamento mínimo entre os visitantes dependendo da atividade, higienização constante das mãos, entre outras medidas de proteção.

Permanecem suspensas a realização de eventos, a presença do público nas praias, lagoas, rios, cachoeiras e piscinas naturais localizadas nas unidades de conservação. Os centros de visitantes, banheiros, vestiários, campings, academias da terceira idade, parques infantis, churrasqueias e bebedouros das unidades de conservação mantêm-se fechados.

O Inea destaca ainda que permanece suspensa a visitação em pontos turísticos até que o instituto estabeleça e divulgue a capacidade de público que cada localidade poderá receber. Seguem proibidas as atividades de lazer e esportivas que impliquem a permanência do visitante nos atrativos e pontos turísticos. Fica suspensa a visitação às comunidades tradicionais que declararem formalmente a opção de permanecer fechadas ao turismo, a fim de evitar a propagação do novo coronavírus entre seus moradores.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

quinze + quatro =