Crise na Unimed leva usuários a mudarem de plano de saúde

Alguns pacientes que possuem planos da Unimed Rio em Niterói estão sem atendimento. Muitos tiveram suas consultas canceladas sem justificativa. Só em Niterói há cerca de 50 mil clientes da empresa. A professora Milena Cardoso Freire é uma delas. Ontem tinha uma consulta marcada para seu filho, o pequeno Davi Freire, de um ano e sete meses. Ele tinha uma visita ao otorrinolaringologista marcada, mas na segunda-feira ligaram do consultório médico afirmando que a consulta tinha sido cancelada. Milena explicou que esse problema já vem acontecendo há semanas. A solução encontrada por ela será o cancelamento do plano.
O problema não para por aí. Advogados de Niterói, que passaram a ser clientes da Unimed Rio, também não estão conseguindo atendimento. Há alguns anos, os advogados eram clientes da Caixa de Assistência aos Advogados do Estado do Rio (Caarj), mas o grupo não conseguiu manter o plano exclusivo e vendeu a carteira de segurados para a Unimed Rio.
“Eu vou procurar outro plano de saúde porque esse problema não é novo. Eu tinha uma consulta hoje (ontem) e me ligaram avisando que foi cancelada. Perguntei o motivo e eles disseram que o problema acontece em Niterói e São Gonçalo. Poxa, o Davi e eu pagamos R$ 600 de plano por mês. Não é barato”, reclamou Milena Freire.
A paciente Gabriela Caliari passou pelo mesmo problema.
“Tenho plano Unimed Rio, estou rigorosamente em dia com minhas mensalidades, mas tive que pagar por uma consulta na segunda num médico conveniado com meu plano. Acho que isso fere o princípio legal e do respeito com o cliente, pois paguei duas vezes para ter direito a uma consulta. Não vejo ninguém observar esta questão da Unimed Rio pela visão dos clientes. Só veem o prejuízo de médicos e laboratórios. E nós que bancamos o plano? Vamos ser ressarcidos?”, indagou.
A Unimed Rio garantiu que o atendimento aos clientes que vivem na região de abrangência da Unimed Leste Fluminense está mantido e normalizado. Explicou que a cooperativa carioca vive um processo de restruturação econômico-financeira e vem mantendo diálogos permanentes com a rede prestadora a fim de estabelecer termos que agradem aos interesses de todas as partes envolvidas. Ontem aconteceu a eleição que definirá a nova diretoria da Unimed-Rio, que terá o compromisso de manter em andamento todas as negociações com a Unimed Leste Fluminense e com os demais parceiros da rede prestadora.
No site do Reclame Aqui há diversas reclamações por não atendimento. Clóvis Abrahim Cavalcanti, presidente do Sindicato dos Médicos de Niterói São Gonçalo e Região, está acompanhando a reclamação dos médicos e pacientes.
“O Sinmed de Niterói, São Gonçalo e Região acompanha com preocupação essa crise na Unimed Rio. Mas esperamos que essa questão tenha um desfecho propício é favorável para a população e médicos”.
A Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS) informou que a Unimed está sob direção fiscal, que é um acompanhamento feito por um gestor. Esse acompanhamento não exime o plano da responsabilidade de atender seus clientes, não justificando a falta de atendimento.

Um comentário em “Crise na Unimed leva usuários a mudarem de plano de saúde

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *