Criminosos mortos em Charitas haviam liderado invasão no Morro do Estado

Os cinco criminosos mortos em confronto com a polícia, na manhã do último domingo (31), na Avenida Prefeito Silvio Picanço, em Charitas, estavam liderando uma invasão de traficantes da facção Comando Vermelho (CV) ao Complexo do Estado, no Centro. A informação foi repassada por moradores da comunidade, que preferem não se identificar. A PM não confirma o fato.

No confronto ocorrido em Charitas a PM apreendeu dois fuzis e uma pistola, que estavam em poder dos criminosos conhecidos como Rato, uma das lideranças do Morro do Cavalão, em Icaraí, Revoltado, gerente do tráfico na comunidade Souza Soares (Complexo de Santa Rosa), e Cavalão, Bebezão, Igor, e Edu, todos oriundos do Cavalão, sendo que o último identificado como sobrinho do traficante conhecido como Cadar, gerente do tráfico, líder da venda de drogas na comunidade, que já se encontra preso. Três criminosos morreram no local e outros dois ao dar entrada no Hospital Estadual Azevedo Lima (Heat).

Segundo informações repassadas por pessoas ligadas a comunidade, que preferem não identificar com medo de possíveis represálias, ainda na noite de domingo vários bandidos armados com fuzis e pistolas se posicionaram no Morro da Chácara, uma das comunidades do Complexo do Estado, acesso pelas rua Doutor Celestino e Moacir Padilha, e articularam a invasão com outros aliados de facção, vindos do Preventório.

Moradores disseram que houve confronto com rivais da facção Terceiro Comando Puro (TCP), nas localidade conhecidas como “Beco do 30”, e os disparos chegaram a ser ouvidos por moradores do entorno e até por funcionários do Complexo Hospitalar de Niterói (CHN). Também, de acordo com os mesmos informes, criminosos do TCP teriam sido expulsos pelos rivais, que estavam em maior número e fortemente armados. No confronto entre os bandidos de facções rivais não houve registros de baleados.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

14 − 12 =