‘Segurança Presente’ aponta queda da criminalidade na Região Oceânica

Indicadores estratégicos de criminalidade estão em queda na Região Oceânica de Niterói. A localidade, que além de concentrar as praias mais frequentadas da cidade, também possui característica predominantemente residencial. De acordo com a Operação Segurança Presente, números roubos e letalidade violenta referentes ao mês de janeiro estão em baixa.

Segundo os dados preliminares, a Região Oceânica registrou, no primeiro mês do ano foram registradas duas ocorrências de roubo de veículos, contra quatro no mesmo período, em 2021. No que diz respeito a roubos de rua, foram seis registros ante dez no ano passado. Roubos de carga não tiveram nenhum registro.

Além disso, foram registrados dois casos de letalidade violenta. De acordo com o major Abrahão Clímaco, coordenador do Segurança Presente, os casos foram fora da área de atuação do projeto. No entanto, ele frisa que, em casos de urgência, envia equipes quando há necessidade, mesmo fora da área de abrangência.

“Temos policiamento no entroncamento entre a Avenida Central e o Engenho do Mato que é até um ponto de rota de fuga. Usamos ali como um ponto de passagem da nossa área. A gente pega Itaipu, Serra Grande, Piratininga, Santo Antônio, Camboinhas, Cafubá… são nossas áreas de maior atuação, onde conseguimos resultados excelentes”, afirmou o major.

Efetivo

Atualmente, o Segurança Presente, na área que engloba Pendotiba e Região Oceânica, conta com 28 policiais no primeiro turno, entre 6h e 13h; outros 28 agentes no segundo turno, entre 12h e 20h; e 20 agentes no terceiro turno, entre 18h e 2h. Além disso, 14 motos, seis viaturas e quatro bicicletas são empregadas no policiamento.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.