Cresce ocupação de leitos na rede privada em Niterói

Vítor d’Avila

Aumentou a ocupação de leitos exclusivos para covid-19 de hospitais da rede particular em Niterói. Ainda assim, o patamar ainda é considerado baixo, de aproximadamente 25% de ocupação total em leitos de enfermaria e Unidades de Terapia Intensiva (UTIs).

De acordo com boletim semanal do Sindicato dos Hospitais de Niterói e São Gonçalo (SindHLeste), 76 quartos de enfermaria estão ocupados na rede privada niteroiense, o que representa 23% de ocupação. Na semana passada, a taxa era de 19% (65 quartos).

Em relação às vagas de UTI, também houve aumento. Nesta semana, a ocupação está em 74 leitos, ou seja, 26% do total. Na última semana, o indicador apontava 51 leitos ocupados, que representam 18% de lotação.

Já em São Gonçalo, a taxa de ocupação manteve o patamar da semana passada. A lotação de leitos de enfermaria apenas oscilou: de 20 na semana passada para 19 nesta semana. Em percentual, a redução foi de 23% para 21%.

O mesmo cenário se repete em relação às vagas de UTI, só que a oscilação foi de uma vaga a mais ocupada: nesta semana, 22 leitos estão ocupados (38%). Na semana passada, o número era de 21 (36%).

Casos de covid-19

Segundo último balanço divulgado pela Prefeitura de Niterói, na segunda-feira (22), a cidade apresenta 813 mortes e 28.970 casos confirmados do novo coronavírus. O total de pessoas internadas com a doença na cidade é de 208 e, além disso, 105 pessoas estão em isolamento após testarem positivo.

Já em São Gonçalo, os dados mais recentes foram divulgados, pela Prefeitura, na terça-feira (23). O número de mortes chegou a 1.402. Ao todo, a cidade contabiliza 52.892 casos da doença. Atualmente, 44 pessoas estão hospitalizadas e 2.546 em quarentena domiciliar.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

dezessete − dois =