Covid-19: Niterói acelera calendário de vacinação das crianças

A Prefeitura de Niterói iniciou uma verdadeira corrida para acelerar a vacinação das crianças de 5 a 11 anos contra a Covid-19. A proximidade do início das aulas foi um dos fatores que justificaram a aceleração na aplicação do imunizante. O planejamento é que a conclusão dessa imunização do grupo ocorra já na próxima semana.

Nessa terça-feira (25) é vez das crianças de 9 anos se vacinares, na quarta-feira (26) podem receber o imunizante crianças de 8 anos, dia 27 crianças de 7 anos, dia 28 crianças de 69 anos e dia 31 os pequenos de 5 anos. Também está agendada a repescagem de 01/02 até 04/02 para quem perdeu o calendário de vacinação das crianças.

No município três pontos estão sendo oferecidos o imunizante, de segunda a sexta-feira das 08h às 17h com entrada até 16h: Policlínica Regional Doutor Renato Silva (Engenhoca), Policlínica Sérgio Arouca (Vital Brazil) e Policlínica Regional de Itaipu (Itaipu). Basta levar carteira de vacinação da criança, identidade ou certidão de nascimento. CPF ou cartão SUS, comprovante de residência do representante legal e laudo médico indicando condição clínica (comorbidades e deficiência permanente).

De acordo com Prefeitura de Niterói para receber o imunizante, as crianças precisam ter intervalo de 15 dias de qualquer vacina. A criança tem que estar acompanhada de um responsável legal que deverá estar de posse da carteira de vacinação do menor. Em 16 de dezembro de 2021, foi aprovado pela Anvisa a administração da vacina Pfizer contra a Covid-19 para crianças de 5 a 11 anos. Esse é o único imunobiológico autorizado no Brasil para vacinação de pessoas a partir de 12 anos.

Em nota técnica, a Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz) explicou que as crianças também adoecem por Covid-19, são veículos de transmissão do vírus e podem desenvolver formas graves e até evoluírem para o óbito. A vacinação de crianças vai reduzir formas graves e óbitos pela doença nessa faixa etária, além de colaborar com a redução das transmissões e ser uma das mais importantes estratégias para o retorno e manutenção segura das atividades escolares presenciais.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.