Covid-19 em Niterói: 12.905 casos, 12.240 curados e 432 mortos em oito meses

O boletim epidemiológico atualizado da Secretaria de Saúde de Niterói registra, nesta segunda-feira (05), 12.905 casos confirmados de Covid-19 desde o início da pandemia na cidade, sendo 12.240 curados e 432 mortos. No momento, 92 doentes estão hospitalizados – nas redes públicas e privadas de saúde – e outros 140 se recuperam em isolamento domiciliar, acompanhados pela Prefeitura.

Segundo o secretário municipal de Saúde, Rodrigo Oliveira, Niterói atualmente apresenta 25% de ocupação de leitos destinados a infectados pelo novo coronavírus, incluindo públicos e privados, representando o mais baixo índice da Região Metropolitana do estado do Rio de Janeiro. Ele ressaltou a marca de mais de 100 mil testes realizados nas unidades públicas municipais, entre postos de saúde, policlínicas e programa Médico de Família. E reforçou a informação de que o arrendamento do Hospital Oceânico, ao contrário de notícias difundidas nas redes sociais, não teria custado R$ 58 milhões, e sim R$ 1,7 milhões para ocupação e uso em 12 meses.

“Continuemos perseverando nos cuidados com a higiene pessoal, o distanciamento social e o uso de máscaras, para que os números de nossa cidade continuem controlados e as menores taxas de contágio e letalidade, e consigamos avançar para o estágio amarelo 1 e retomar nossas atividades com maior normalidade. Niterói unida continuará vencendo essa batalha, pois a pandemia não acabou”, exclamou o prefeito Rodrigo Neves em sua transmissão de vídeo ao vivo pelo Facebook da Prefeitura, em que lembrou também a campanha de vacinação contra a poliomielite na cidade, que começou hoje e vai até 30 de outubro, sendo o dia 17 o Dia D.

Lojistas poderão funcionar no Dia do Comerciário (19)

O Dia do Comerciário será comemorado em Niterói, excepcionalmente neste ano, com lojas abertas e funcionando normalmente. Por tradição, a terceira segunda-feira do mês de outubro (que este ano cai no dia 19) é reservada para as comemorações dos colaboradores do comércio lojista, que fica de portas fechadas. Porém, devido à crise econômica decorrente do isolamento social imposto pela epidemia de Covid-19, o Sindicato dos Lojistas (Sindilojas) e o Sindicato dos Empregados do Comércio concordaram que todas as empresas abram as portas se assim o desejarem, como forma de minimizar novos prejuízos e preservar empregos. Contudo, será preciso que peçam autorização prévia ao Sindicato dos Empregados (Rua Cadete Xavier Leal nº 13, Centro – telefone: 2613-5565). Não é necessária a autorização do Sindilojas. 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

dois × cinco =