Coronel da Aeronáutica é morto dentro do túnel no Rio

Crime de latrocínio (tentativa de roubo seguida de morte) é a principal versão que está sendo investigada para a morte, na manhã desta quarta-feira (15), do coronel da reserva da Aeronáutica Ialdo Pimentel, de 66 anos. Ele foi morto a tiros quando passava junto com a mulher em seu veículo pelo Túnel Marcelo Alencar, que liga a Zona Portuária ao Centro do Rio. O crime, que ocorreu por volta das 7h30min, está sendo investigado pela Divisão de Homicídios (DH-Capital). A vítima residia no bairro da Urca, na Zona Sul do Rio.

De acordo com a polícia, o oficial conduzia seu veículo, um HRV cinza, quando ocupantes de um outro carro, um Corolla preto, se aproximaram e supostamente teriam ordenado que o coronel parasse o veículo. A vítima não teria obedecido a ordem e acelerou. Logo depois, os assassinos voltaram a se aproximar do carro da vítima e um dos criminosos efetuou três disparos contra o coronel, que morreu no local. Sua mulher não sofreu ferimentos. Imagens de câmeras de segurança instaladas nas imediações do local do crime serão analisadas pela Polícia Civil.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *