Contêiner frigorífico é colocado em estacionamento de hospital

Quem chega ao Hospital Estadual Azevedo Lima (HEAL), no Fonseca, em Niterói, encontra, no estacionamento, um contêiner frigorífico para armazenamento de corpos das vítimas fatais do coronavírus. De acordo com a assessoria de imprensa responsável pelo hospital o procedimento é realizado por todos os hospitais quando o necrotério do local está com sua capacidade total ocupada.

O equipamento também vem sendo utilizado em outras unidades hospitalares dedicadas ao tratamento ao Covid-19. O Hospital Estadual Alberto Torres (HEAT), no Colubandê, em São Gonçalo, recebeu o equipamento em maio deste ano para atender os municípios de São Gonçalo, Niterói, Itaboraí, Maricá, Rio Bonito e Silva Jardim. O contêiner foi retirado quando o número de óbitos nesses municípios parou de subir.

Conforme esclarecido pela assessoria do hospital “como o necrotério do HEAL só suporta oito corpos, a utilização desses contêineres visa armazenar os corpos em locais mais adequados. Os pacientes graves de Covid muitas vezes vão a óbito e os corpos não podem ficar junto com os outros. É um procedimento de segurança”.

Segundo a Secretaria Estadual de Saúde (SES), caso haja necessidade, outras unidades também irão contar com o equipamento.

De acordo com o boletim divulgado pela SES, até a segunda-feira (28) o município de Niterói registrava 675 óbitos em decorrência de complicações causadas pela Covid-19.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

dez − seis =