‘Contadora’ do tráfico é presa no Caramujo

Uma mulher, designada por umas das maiores organizações criminosas de traficantes do Rio de Janeiro para cuidar das finanças da facção em suas expansões de território por Niterói, foi presa na última sexta-feira (23) por policias da 6ª DP (Cidade Nova). As investigações apontaram que a mulher cobrava taxas no valor R$ 120,00 a moradores de um condomínio, na cidade fluminense, o que rendia para a quadrilha R$ 72 mil por mês. A acusada foi encontrada no bairro do Caramujo e presa em menos de 15 minutos, de acordo com o delegado Túlio Pelosi, titular da 6ª DP, após trabalho de levantamento de informações e inteligência realizado pelos agentes.

De acordo com a polícia, a mulher junto de comparsas impedia o livre serviço de empresas de internet, água e luz em Niterói. A quadrilha, além da atuação na cidade, age na região central da capital abastecendo com drogas o Morro dos Prazeres e a comunidade Fallet-Fogueteiro. A acusada havia tido a sua identidade divulgada no Portal dos Procurados e era investigada pela Delegacia de Repressão ao Crime Organizado (DRACO). Foi expedida contra ela uma ordem judicial de prisão por envolvimento em organização criminosa, tráfico de drogas e roubo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

dez + vinte =