Conta de luz mais barata em janeiro

Aline Balbino

Enfim um alívio para o bolso do consumidor. A Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) já estabeleceu que a bandeira tarifária de janeiro será na cor verde, ou seja, sem nenhum acréscimo na conta de luz. Conforme relatório do Programa Mensal de Operação (PMO) do Operador Nacional do Sistema (ONS), a condição hidrológica favorável determinou o acionamento de térmica com Custo Variável Unitário (CVU) abaixo de R$ 211,28 por megawatt-hora (R$/MWh). O valor da térmica acionada ficou em R$ 128,65 R$/MWh e possibilitou a manutenção da bandeira verde, sem custo para todos os consumidores de energia elétrica.

Criado pela ANEEL, o sistema de bandeiras tarifárias sinaliza o custo real da energia gerada, possibilitando aos consumidores o uso consciente da energia elétrica. O funcionamento das bandeiras tarifárias é simples: as cores verde, amarela ou vermelha indicam se a energia custará mais ou menos em função das condições de geração de eletricidade.

“Minha conta tem vindo muito cara. Vou trocar de geladeira para poder economizar porque acho que ela consome muito. Mas, ainda assim acho que pagamos caro por energia. Aqui em Inoã, em Maricá, vive caindo a energia. Nada justifica pagar R$ 127 de luz se nem tenho ar-condicionado”, disse o gari, Rodrigo Muniz.

Reajuste nas contas – As contas ficarão mais baratas por enquanto. Em março haverá um novo reajuste da Enel. A porcentagem de aumento deverá ocorrer em no máximo duas semanas antes do dia 15 de março.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

onze − 6 =