Conselho de Segurança comemora redução da criminalidade na cidade

O Conselho Comunitário de Segurança de Niterói se reuniu na sede da Câmara de Dirigentes Lojistas de Niterói (CDL Niterói), na manhã desta quinta-feira (11), para divulgar os índices de violência na cidade que, de acordo com avaliação de seus integrantes, segue em declínio em praticamente todas as modalidades de crimes. Para apresentação e avaliação dos índices, o Conselho contou com a presença do comandante do 12º BPM, tenente-coronel Marcelo Carmo, do coordenador do Programa Segurança Presente em Niterói, major Abrahão Clímaco, do secretário municipal de Ordem Pública, tenente-coronel Paulo Henrique, da coordenadora do programa Pacto Niterói contra a Violência, Maria das Graças Silva, entre outras autoridades.

De acordo com dados apresentados pelo comandante do 12º BPM, durante o mês de outubro foram registrados 10 casos de letalidade violenta, o que representa uma redução de 38% em relação a esse mesmo período, em 2020; 24 ocorrências de roubo de carros, redução de 51%; 135 roubos de rua, representando uma redução de 20%; 28 roubos de celulares, redução de 10%; 95 roubos a transeuntes, queda de 25%; 4 ocorrências de roubo de carga, que representa uma queda de 43%.

“Mais uma vez, assim como já aconteceu em setembro, tivemos números espetaculares, em minha avaliação, com redução de todos indicadores de criminalidade na cidade”, afirma o comandante do 12º BPM, que fez questão de destacar a marca histórica da redução de roubo de carros que, desde o início da apresentação dos dados oficiais, a partir de janeiro de 2013, atingiu, esse mês, sua maior redução, em 214 meses. O comandante lembra que esses números não se referem apenas à cidade de Niterói, mas também incluem os casos ocorridos em Maricá.

Já o coordenador do Programa Segurança Presente em Niterói, major Abrahão Clímaco, apresentou dados que esclarecem a distribuição do efetivo do Programa nas diferentes regiões da cidade. De acordo com o coordenador, na base Icaraí/São Francisco, 40 policiais, divididos em dois turnos (manhã e tarde) fazem o patrulhamento na região, enquanto 28 garantem a segurança durante a madrugada. Na base Centro/Fonseca/Barreto, 46 policiais garantem o patrulhamento, divididos em dois turnos (manhã e tarde).

“O planejamento em conjunto com o 12º BPM, sob orientação do comandante Carmo e do chefe de planejamento do batalhão, destina o efetivo necessário para patrulhar essas áreas. Tivemos redução de 100% nos roubos de estabelecimentos comerciais e 50% de queda nos índices de roubos a transeuntes”, comemora o coordenador, que também destaca o fato de todos os índices de criminalidade da cidade terem apresentado redução.

Por fim, o Conselho também comemora o crescimento da produtividade das forças policiais da cidade, que aumentaram significante o número de prisões realizadas na cidade. Segundo dados divulgados pelo major Clímaco, ao todo foram 49 prisões efetuadas nesse período.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

18 − 15 =