Conselho de Ética começa a ouvir delegados do Caso Flordelis

Uma nova reunião do Conselho de Ética da Câmara dos Deputados, em Brasília, será marcada para colher o depoimento dos delegados Allan Duarte Lacerda e Bárbara Lomba Bueno, responsáveis pelas investigações do assassinato do pastor Anderson Gomes, ocorrido em junho de 2019. O pastor era o marido da deputada federal Flordelis (PSD), que é principal suspeita de ser a mandante do crime.

Realizada nesta terça-feira (30), a última sessão do Conselho foi encerrada sem a conclusão dos depoimentos, mas Lomba chegou a ser ouvida durante uma sessão virtual. A delegada foi a primeira delegada responsável pelas investigações do caso Flordelis, que afirmou acreditar que tenha sido disputa de poder a motivação do assassinato do marido da parlamentar. Em três horas de depoimento, a delegada afirmou que as investigações identificaram o envolvimento de 11 pessoas, entre filhos biológicos e adotivos do casal. Havia na família uma disputa pelo
protagonismo na vida da parlamentar. “A motivação final certamente passa por poder. Provavelmente também dinheiro, recursos materiais. Tudo indicava que havia já um substituto da vítima, e a vítima havia percebido isso”, afirmou a delegada que conduziu as investigações de junho de 2019 a janeiro de 2020.

Segundo as investigações, a parlamentar teria sido a mandante do crime. A delegada lembrou que um dos filhos de Flordelis, Flavio dos Santos Rodrigues, admitiu ter atirado em Anderson do Carmo, mas não informou quem seria o
mandante. A defesa de Flordelis afirma que existe um erro nas investigações e alega que não pode ser julgada e condenada antes que todo o processo seja concluído. Segundo ela, a mandante do crime foi uma de suas filhas: Simone.

“Ninguém diz diretamente que teria havido uma ordem explícita da deputada para a execução do crime. Há depoimentos de que a deputada dizia que não aguentava, que isso tinha que ser resolvido de alguma forma. Havia uma reclamação velada, mas não uma ordem direta”, concluiu Bárbara Lomba

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

7 − três =