Conscientização e respeito com o idoso nos ônibus de Niterói

Pensando nos direitos da pessoa idosa e da pessoa com deficiência, a Secretaria Municipal do Idoso de Niterói, a Niterói Transporte e Trânsito (Nittrans), o Conselho Municipal de Defesa da Pessoa Idosa (Comddeppi) e o Instituto de Longevidade Mongeral Aegon resolveram sensibilizar os profissionais e usuários do transporte público. Com a campanha “Cidadão, e se fosse você?”, passarão a visitar os terminais integrados da cidade, realizando ações educativas junto os motoristas de ônibus e à população. A ação, que deverá contar com a presença da promotora Adriana Miranda Schenkel, terá início na quinta-feira (05/03), a partir das 11h, no Terminal Rodoviário João Goulart, no Centro de Niterói.

Para que a campanha tenha eficácia os organizadores recrutaram alguns motoristas voluntários, que vestiram equipamentos, simulando as limitações físicas de um idoso. O equipamento mostra como o idoso se sente fisicamente e simula determinadas restrições as articulações, aumento de peso corporal e limitação visão para demonstrar como é o dia a dia de uma pessoa da terceira idade.

“A campanha de conscientização dos motoristas de ônibus é fundamental para os motoristas e os cidadãos saírem um pouco da zona de conforto e para que possam entender mais as dificuldades e limitações das pessoas da terceira idade. É importante mostrar os cuidados que os idosos merecem e para garantir a eles bem-estar e qualidade de vida”, disse o secretário do Idoso, Beto Saad.

Não existem dados específicos sobre o desrespeito contra o idoso ou contra a pessoa com deficiência nos transportes públicos. Em entrevista à equipe de A TRIBUNA, alguns deles revelaram que já sofreram algum tipo de desrespeito nos coletivos, principalmente por parte dos motoristas e dos mais jovens.

Foi o caso da aposentada Elizabeth Paixão, de 78 anos. Ela disse que essa semana ao subir no ônibus, com dores nas pernas, precisava muito sentar, mas, na cadeira reservada tinha um jovem. “Quando ele me viu, fingiu que estava dormindo. Delicadamente, eu o acordei e o pedi para que cedesse o lugar. Ele fez uma cara feia e falou palavras horrorosas para mim”, relatou Paixão.

Segundo o presidente do Comddeppi, Marcos Fioravante, serão fiscalizadas as plataformas elevatórias veiculares (PEVs) dos ônibus. “Os motoristas e os usuários, que circulam na integração poderão interagir, ao embarcar nos ônibus utilizando muletas, óculos embaçados, caneleiras de peso e protetores auriculares. O objetivo é estimular o respeito e o cuidado dos demais usuários e operadores com as pessoas idosas e com deficiência, que têm prioridade no transporte público”, disse o presidente.

A campanha “Cidadão, e se fosse você?” também faz parte da Semana de Conscientização organizada pela Prefeitura de Niterói, através da Nittrans, com a participação de parceiros do programa “Niterói Por um Trânsito mais Humano”, estratégia do município para a redução de acidentes de trânsito existente desde 2009. A semana de conscientização conta com atividades diárias, educativas e culturais, com o objetivo de conscientizar condutores de veículos e pedestres da necessidade de cumprimento às leis de trânsito.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

6 + 4 =