Confira o balanço das ações da Prefeitura do Rio feito para o Carnaval

O carnaval continua acontecendo na cidade do Rio de Janeiro e fazendo sucesso entre os cariocas e turistas, que vieram para cidade prestigiar as escolas de samba e acompanhar de perto da magia que acontece na Marques de Sapucaí. Nesta sexta-feira (22), foi a estreia das gremiações pertencentes ao Grupo Especial. 

Crédito: Beth Santos

Seis escolas de samba passaram pelo Sambódromo emocionando a todos que estavam no local. Imperatriz Leopoldinense, Mangueira, Salgueiro, São Clemente, Viradouro e Beija-Flor, mostraram para o que vieram nesse desfile. 

Além do desfile do Grupo Especial, as escolas da Série Bronze também desfilaram, mas na Estrada Intendente Magalhães, na Zona Norte do Rio. As festas não pararam por aí, aqueles que não foram acompanhar as gremiações ao vivo, puderam aproveitar o Terreirão do Samba, que teve shows de Bruno Maia, Diogo Nogueira e Pique Novo. 

Com o intuito de ajudar a população durante o carnaval, a Prefeitura do Rio montou um esquema operacional envolvendo diversos órgãos e secretarias nos locais de eventos e entornos. 

Crédito: Fabio Motta/Prefeitura do Rio

As ações de fiscalização e ordenamento feitas pela Secretaria de Ordem Pública (SEOP) e pela Guarda Municipal do Rio (GM-Rio) no entorno do Sambódromo e na Intendente Magalhães no terceiro dia de desfiles resultaram em duas prisões por furto e roubo, ambas no entorno do Sambódromo.

Em três dias de fiscalização e patrulhamento já foram registradas três prisões e duas conduções para delegacia, após flagrantes de furto, roubo e desacato. Nesta sexta-feira, foram aplicadas 378 multas, após flagrantes de infrações de trânsito, e 12 veículos foram rebocados.

O efetivo da GM-Rio distribuiu 230 pulseirinhas de identificação para crianças. Desde o primeiro dia de desfiles, foram identificadas 389 crianças. A ação faz parte de uma campanha de conscientização contra a exploração infantil, realizada em parceria com a Assistência Social e com o Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente (CMDCA).

Crédito: Fabio Motta/Prefeitura do Rio

Em três dias de operações nas imediações da Marquês de Sapucaí, 342 ambulantes já foram fiscalizados e mais de 850 itens irregulares foram apreendidos pelos agentes. As ações são realizadas em todos os pontos de acesso com foco no combate a desordem.

Saúde

Nesta primeira noite de desfiles das escolas de samba do Grupo Especial, a Secretaria Municipal de Saúde (SMS-Rio) realizou em seus sete postos médicos do Sambódromo 477 atendimentos, com 21 remoções de pacientes mais graves para UPAs, hospitais ou coordenações de emergência regional. 

Crédito: Fabio Motta/Prefeitura do Rio

Vinte e duas unidades da rede municipal ficaram de prontidão como retaguarda para receber os pacientes com quadros que precisassem de maior suporte de assistência.

Somando as três noites de desfiles (duas da Série Ouro e a primeira do Grupo Especial), já foram realizados 991 atendimentos nos postos médicos localizados nos dois lados da Marquês de Sapucaí, com 47 remoções para unidades da rede da Secretaria Municipal de Saúde.

Crédito: Marcelo Piu/Prefeitura do Rio

Limpeza

Os desfiles dos três dias somaram 118,7 toneladas de resíduos apenas no interior da Passarela do Samba. A Companhia está atuando com 287 garis na limpeza noturna do Sambódromo, 11 para limpeza de postos de saúde e mais 198 na diurna, após os desfiles.

Crédito: Marcelo Piu/Prefeitura do Rio

A Comlurb conta com um total de 4.494 garis em todos os dias de desfiles, no Sambódromo e na Estrada Intendente Magalhães. Foram disponibilizados ainda 1.045 contêineres de 240 litros no Sambódromo e 200 na Intendente Magalhães.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.