Confira a programação da noite deste domingo e madrugada de segunda-feira dos Jogos Paralímpicos

Com uma medalha garantida no tênis de mesa e oito finais no atletismo, os atletas brasileiros seguem firmes na disputa de 11 modalidades nos Jogos Paralímpicos de Tóquio 2020, na noite deste domingo (29) e madrugada de segunda-feira (30). Os Jogos estão no sexto dia de disputas e segue até 5 de setembro.

A delegação brasileira já conquistou 30 medalhas nos Jogos Paralímpicos de Tóquio, com 10 ouros, cinco pratas e 15 bronzes. Está na sexta colocação no quadro de medalhas geral. A China lidera com 43 ouros e 101 medalhas, com a Grã-Bretanha em seguida, com 59 medalhas, sendo 23 de ouro, e os Estados Unidos, em terceiro lugar, com 15 medalhas de ouro e um total de 40 medalhas.

E o Brasil segue em busca de sua 100ª medalha de ouro em Jogos Paralímpicos. Com as conquistas da competição em Tóquio, o país segue com 97, faltando três para atingir a marca. Ainda são 117 de prata e 117 de bronze. Vale ressaltar que o país está entre as 20 nações que mais medalharam em toda a história do megaevento paradesportivo.

Atletismo

Os atletas de campo serão as grandes atrações brasileiras deste quarto dia do atletismo em Tóquio. Os campeões mundiais Beth Gomes (classe F53) e  Claudiney Batista (F56) estarão nas finais em suas respectivas provas de lançamento e disco. Os atletas brasileiro já conquistaram nove medalhas no Estádio Olímpico de Tóquio: quatro ouros, uma prata e quatro bronzes, sendo quatro do campo (um ouro e três bronzes).

Neste domingo, 29, pelas eliminatórias dos 100m da classe T63, o recordista mundial da prova Vinícius Rodrigues bateu o recorde paralímpico ao correr em 12s11 e se classificar para a final com o melhor tempo entre os seus concorrentes.

Confira abaixo os horários (de Brasília) das finais do quarto dia do atletismo em Tóquio:
21h35- Claudiney Batista – final lançamento de disco F56
22h29 – Poliana Jesus – final do arremesso de peso F54
7h00 – Edenilson Floriani e Francisco de Lima –  Final lançamento de dardo F64
7h04 – Fábio Bordignon – Final dos100m T35
7h10 – Beth Gomes – Final do lançamento de disco F 53
7h14 – Aser Ramos e Rodrigo Parreira – Final do salto em distância T36
7h46 – Alessandro Rodrigo – Final do arremesso de peso F11
8h33 – Vinicius Rodrigues – Final dos 100m T63

Natação

A natação brasileira já soma 12 medalhas nos Jogos Paralímpicos de Tóquio 2020: três ouros, duas pratas e sete bronzes. Na noite deste domingo (29), no Centro Aquático de Tóquio, três medalhistas nos Jogos do Japão voltarão a nadar para conquistar suas vagas nas finais na manhã desta segunda-feira (30).

Daniel Dias, nadador paralímpico mais vencedor da história, competirá nos 50m costas da classe S5. Em Tóquio, ele já conquistou três bronzes, totalizando 27 medalhas em Jogos Paralímpicos. Aos 33 anos, o paulista ganhou o bronze na prova dos 200m livre, nos 100m livre e no revezamento 4x50m livre 20 pontos, ao lado de Patrícia Santos (S4), Joana Maria (S5) e Talisson Glock (S6). 

O parceiro de equipe do Daniel na conquista do bronze no revezamento, Talisson Glock, também estará em ação para os 50m borboleta S6. O brasiliense Wendell Belarmino, que foi campeão nos 50m livre S11 na sexta-feira, 27, cairá na água para nadar os quatro estilos nos 200m medley.  

Confira abaixo os horários (de Brasília) das eliminatórias e das finais: 
21h11 – Andrey Garbe – 100m costas S9 feminino –  Final às 05h14 
21h15  – Maria Gesteira 100m costas S9 feminino – Final às 5h21
21h30 – Eric Tobera  – 200m livre S4 masculino – Final às 5h28
21h39 – Gabriel Molone – 50m borboleta masculino S6 – Final às 5h51
21h39 – Talisson Glock – 50m borboleta masculino S6 – Final às 5h51
21h52 – Daniel Dia – 50m borboleta costas S5 masculino – Final às 6h18
22h10 – Wendell Belarmin – 200m medley  masculino – S11- Final às 6h53
22h30 – Maiara Barreto – 100m livre S3 feminino –  Final às 7h25 
22h36 – Edênia Garcia – 100m livre S3 feminino –  Final às 7h25 
22h47 – Douglas Matera – 200m medley S13 masculino – Final às 7h34
08h04 – Final do revezamento 4x100m livre 34 pontos masculino 

Tênis de mesa

Bruna Alexandre, número 4 do ranking mundial da classe 10, está na final do tênis de mesa. Ela enfrenta, na disputa pelo ouro, a chinesa naturalizada  australiana Qian Yang, nesta segunda-feira (30), às 6h45 (horário de Brasília). A classificação veio após a catarinense vencer na semifinal a Shiau Wen Tien, do Taipei, por 3 sets a 1. O Brasil já faturou uma medalha pelo tênis de mesa em Tóquio. No sábado (28), Cátia Oliveira levou o bronze da classe 2.

Bocha

As disputas na bocha continuam nesta noite de domingo para segunda-feira (30). Às 22h40, José Carlos de Oliveira enfrenta o atleta da Eslováquia, Tomas Kral. A última partida do brasileiro foi a vitória contra o japonês Yuriko Fugii por 5 a 2, na categoria BC1. Caso José Carlos vença, garante o topo da chave D com 100% de aproveitamento. Às 23h55, pelo grupo B, Evani Calado (BC3) enfrenta Kim Han-soo, da Coreia do Sul, e Mateus Carvalho (BC3), disputa a partida contra o coreano Ho-won Jeong, pelo grupo C. 

À 00h20, Maciel Santos, da classe BC2 enfrenta a lanterna do grupo, a britânica Claire Taggart pelo grupo C. Na última partida, Maciel Santos venceu Luis Cristaldo, da Argentina, por 6 a 1. O brasileiro está com a vaga encaminhada para a segunda fase da competição. 

A partir das 4h da madrugada, Eliseu dos Santos pega Yuk Wing Leung, de Hong Kong, pelo grupo E da classe BC4. O irmão de Eliseu, Marcelo dos Santos enfrenta o russo Sergey Safin. 

Pelo grupo C da classe BC1, Guilherme Moraes encara o russo Mikhail Gutnik, às 5h da manhã. E Natali de Faria, da categoria BC2, enfrenta o português Nelson Fernandes, a partir das 6h25. No mesmo horário, Evelyn Oliveira, a porta-bandeira do Brasil na cerimônia de abertura dos Jogos Paralímpicos de Tóquio, joga contra o australiano Daniel Michel. Esse duelo vale a liderança da chave.

Futebol de 5

A Seleção Brasileira de futebol de 5 volta a campo nesta segunda-feira (30), para a segunda partida nos Jogos Paralímpicos de Tóquio, que será contra o Japão, às 23h30 (horário de Brasília), novamente no Aomi Urban Sports Park. A equipe comandada pelo técnico Fábio Vasconcelos está em busca do pentacampeonato e é a única Seleção que subiu ao degrau mais alto do pódio paralímpico desde que a modalidade foi inclusa no programa da competição em Atenas 2004.

O Brasil está no grupo A ao lado de Japão, China e França. No jogo de estreia, o time verde e amarelo venceu a China por 3 a 0. No outro jogo da chave, os donos da casa venceram a França por 4 a 0 e lideram com um gol a mais marcado. No outro grupo, duelam Espanha, Marrocos, Argentina e Tailândia. Os dois melhores de cada grupo avançam às semifinais. A grande decisão será no dia 4 de setembro, às 5h30.

Vôlei sentado

A Seleção Brasileira masculina de vôlei sentado volta à quadra nesta segunda-feira (30), às 20h30 (horário de Brasília), quando enfrentam a seleção do Irã. O time verde e amarelo fez sua estreia nos Jogos Paralímpicos de Tóquio com vitória sobre a China por 3 sets a 1. 

Já a equipe feminina só volta a jogar na próxima terça-feira (31), às 22h, contra a Itália, na terceira partida da competição. A equipe do técnico José Guedes iniciou sua jornada em Tóquio com vitória, por 3 sets a 2, diante das canadenses.

Na segunda rodada elas venceram as japonesas por 3 sets a 0. As semifinais do vôlei sentado estão marcadas para os dias 2 e 3 de setembro para as equipes femininas e masculinas, respectivamente. Já as disputas do bronze e a final masculina estão marcadas para o dia 4. A final do feminino será no dia 5 de setembro, último dia dos Jogos de Tóquio 2020.

Nos Jogos Rio 2016, a Seleção feminina conquistou a medalha de bronze. Já a masculina brigará na capital japonesa pela primeira medalha paralímpica.

Goalball

A Seleção Brasileira feminina de goalball decide sua vida no torneio neste domingo (29), às 22h30 (horário de Brasília), contra o Egito na última rodada da fase de grupos. Na última partida, o time perdeu para a Turquia, atual campeã paralímpica, por 8 a 4.

No segundo jogo do torneio, a equipe brasileira arrancou um empate contra o Japão em 4 a 4. Foi o primeiro ponto conquistado no torneio. Na estreia, o time perdeu para as norte-americanas por 6 a 4.

Já no último jogo da fase de grupos do masculino, o Brasil venceu o Japão por 8 a 3, no Makuhari Messe Hall, em Tóquio. Com o resultado, a equipe se classificou para as quartas de final, marcada para a próxima terça-feira (31). O adversário ainda não está definido. A final será realizada no dia 3 de setembro.

A Seleção foi bronze nos Jogos Paralímpicos do Rio 2016. Nesta atual edição, a equipe nacional estreou contra a atual campeã paralímpica, a Lituânia, e venceu por 11 a 2. Em seguida, o Brasil sofreu um revés contra os Estados Unidos, por 8 a 6, e venceu a Argélia (10 a 4) antes da vitória diante dos donos da casa.
Halterofilismo

As disputas do halterofilismo seguem nesta segunda-feira, 30. Desta vez quem representará o Brasil é a carioca Tayana Medeiros da categoria até 86kg. A halterofilista iniciará suas três tentativas à 1h. Os Jogos Paralímpicos de Tóquio 2020 são um marco mundial para a modalidade, pois, pela primeira vez, o número por gênero de atletas participantes é equiparado, 90 cada.

A paulista Mariana D’Andrea, de 23 anos, conquistou a primeira medalha de ouro brasileira no halterofilismo na história dos Jogos Paralímpicos. Ela foi campeã da categoria até 73kg. Além dessa conquista o Brasil tem mais uma medalha paralímpica no halterofilismo, a prata de Evânio Rodrigues no Rio 2016.

Hipismo

Os cavaleiros brasileiros Rodolpho Riskalla e Sérgio Oliva voltam a montar em Tóquio. Nesta segunda-feira (30), Riskalla compete no individual livre grau IV às 4h e Oliva no individual livre grau I às 9h. O paulista Rodolpho Riskalla já subiu ao pódio da competição para receber a prata da disputa do adestramento individual grau IV. Já o brasiliense Sérgio Oliva terminou em 10º sua participação no adestramento individual grau I.

Mais brasileiros em Tóquio:

Tiro esportivo
1h15 – Alexandre Galgani – carabina de ar 10m em pé – SH2
*Final às 3h45

Tênis em cadeira de rodas
23h às 3h – Meirycoll Duval – Simples feminino

Tiro com arco
21h34 (29/08) – Jane Karla – Composto Individual Open feminino
*Final de 23h a 1h36
6h04 (30/08) – Helcio Perilo – Individuall W1 masculino
*Final das 7h46 às 8h42

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

onze − nove =