Confiança em Gabriel Jesus

O fato de não ter marcado nem um gol sequer na fase de grupos da Copa do Mundo da Rússia não deverá tirar Gabriel Jesus do time titular da Seleção Brasileira. Após a vitória por 2 a 0 sobre a Sérvia, o técnico Tite reforçou a sua confiança no centroavante do Manchester City, da Inglaterra.

“Artilheiro vive de fazer um grande jogo”, contrapôs o comandante, ao ouvir que “artilheiro vive de gols”. “Por vezes, a bola terminal surge para ele. Por vezes, surge com um grande volume de jogo (referia-se ao gol de Paulino contra a Sérvia) ou com uma bola parada, como a do gol do Thiago Silva. Futebol é assim”, acrescentou.

A preferência de Tite por Gabriel Jesus não é sem motivo. O jogador revelado pelo Palmeiras participou de 20 das 24 partidas do treinador no comando do Brasil e, mesmo sem viver grande fase, é um dos artilheiros do time, com os mesmos 10 gols marcados por Neymar – dois deles logo na estreia do técnico, em uma vitória por 3 a 0 sobre o Equador, em Quito.

“A escolha acaba acontecendo, com a permanência do Gabriel, o goleador da equipe”, disse Tite, indicando que não mexerá no seu ataque, apesar do bom momento vivenciado por Roberto Firmino. “Daqui a pouco, existe a possibilidade de ele entrar e ser decisivo, jogando junto com o Gabriel ou sem ele”, ponderou.

O técnico sempre é cuidadoso quando fala sobre a situação de Firmino. Afinal, o concorrente de Gabriel Jesus está bem a serviço do Liverpool, da Inglaterra, e correspondeu pela Seleção Brasileira quando solicitado.

“Uma das coisas que mais me drena como técnico é deixar atletas de qualidade fora. O Firmino está jogando muito e não tivemos a oportunidade de colocá-lo em campo (contra a Sérvia). Falo isso como reconhecimento do trabalho dele”, afirmou Tite.

A proteção do técnico a Gabriel Jesus já foi adotada com outro titular da Seleção Brasileira. Criticado por ter se saído mal nos dois primeiros jogos da Copa do Mundo, o volante Paulinho também ganhou um voto de confiança em função do seu histórico e recompensou Tite com um gol contra a Sérvia.

“Acredito em um processo de construção de equipe, sem perder uma referência. Não sei trabalhar de outro jeito. Precisamos ter o mínimo de tempo hábil para formar e fortalecer a equipe. Apressamos etapas, mas não pulamos etapas”, defendeu Tite.

Boas notícias

Passada a vitória por 2 a 0 sobre a Sérvia e, consequentemente, a classificação às oitavas de final, a Seleção Brasileira já está em Sochi. Marcelo, que saiu da partida antes dos dez minutos por conta de uma lesão na região lombar, começou o tratamento ainda no estádio do Spartak, em Moscou, e já apresenta uma “boa melhora”.

A assessoria de imprensa da CBF atualizou o quadro clínico do lateral-esquerdo nesta quinta-feira e garantiu que o jogador seguirá sob observação do departamento médico, embora ele seja liberado para curtir sua folga, a exemplo dos outros atletas.
“Após a chegada e o descanso, Marcelo está em tratamento, apresentou boa melhora, seguirá em acompanhamento e assim como os demais atletas terá folga mais tarde”, explicou a assessoria de imprensa da CBF.

Logo após o jogo, o médico da Seleção Brasileira, Rodrigo Lasmar, já havia tranquilizado os torcedores, afirmando que o incômodo físico de Marcelo não era grave e que o problema poderia ter sido causado pelo colchão do hotel. O jogador do Real Madrid sofreu um espasmo na musculatura estabilizadora da coluna, fato que “travou” sua região lombar.

A Seleção Brasileira volta a entrar em ação na próxima segunda-feira, em Samara, contra o México, às 11h (de Brasília). Tite e seus comandados iniciam a preparação para o confronto decisivo nesta sexta. Caso Marcelo não reúna condições de jogo, Filipe Luís, seu substituto contra a Sérvia, deverá seguir na equipe.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

12 + dezoito =