Condenado pela morte da juíza Patrícia Acioli passa para o curso de Medicina

Atualmente cumprindo pena no Batalhão Especial Prisional (BEP), no Fonseca. Niterói, o policial militar Daniel Santos Benitez Lopez, um dos condenados por envolvimento na morte da juíza Patrícia Acioli, ocorrido há quase 9 anos, em agosto de 2011, está aguardando uma decisão judicial para cursar Medicina, na Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), em Macaé, Norte Fluminense.

O militar foi classificado, em primeira chamada, do Sisu, obtendo a nota 800, 14, na prova do Enem. O advogado do policial informou que ele foi aprovado nas melhores colocações do vestibular, mas depende ainda de uma autorização da justiça para fazer o curso. O advogado argumenta ainda que  a reintegração na sociedade passa pelo esforço e dedicação e que  Benitez foi aprovado por seus próprios méritos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

2 × três =