Concha Acústica de Niterói será transformada em parque olímpico

Raquel Morais –

O projeto de revitalização da Concha Acústica, em São Domingos, começa a sair do papel e o espaço será transformado no Parque Olímpico de Niterói. Ginásio, quadra poliesportiva, quadra de tênis, pista de caminhada, piscina coberta e campo de grama sintética são alguns dos novos equipamentos que serão construídos no local. As obras devem começar entre o final de julho e início de agosto com previsão de conclusão em novembro de 2019. A notícia foi publicada no Diário Oficial e a empresa que fará o projeto terá em torno de 15 dias para entregar o planejamento, orçado em R$ 214.413,91.

A Prefeitura de Niterói informou que o projeto prevê duas quadras de tênis, uma de basquete, ginásio poliesportivo, revitalização do campo, arquibancadas e alambrados, pista de caminhada, nova iluminação e piscina coberta. Mas o secretário municipal de Esporte e Lazer, Luiz Carlos Gallo, acrescentou que o novo espaço terá uma rotatividade de 10 mil pessoas por final de semana. “A Concha Acústica é uma área de lazer de primeiro mundo para a cidade que se encaixa no Caminho Niemeyer. Agora será a revitalização do Centro, que contempla essa mudança que se arrasta há 30 anos. Esse é um espaço nobre e merecia ser colocado em prática. Queremos transformar Niterói em uma cidade do esporte e temos muitos atletas mundiais que saíram da cidade. Estava faltando esse incentivo para a prática de esportes e essa é a visão da nossa secretaria”, comentou.

Gallo quer transformar o espaço em referência
Luiz Carlos Gallo

Gallo explicou detalhes do Parque Olímpico de Niterói, que terá um campo oficial de 95m X 65m com grama sintética, que vai permitir a disputa de campeonatos pelos dois times de Niterói: Canto do Rio e Bela Vista. Ainda será construído um ginásio com capacidade para duas mil pessoas que vai atender os times que disputam ligas nacionais de diversos esportes; quadra de futebol de salão de 40mX20m, vestiário e placar eletrônico. Além disso terá uma pista de caminhada e uma quadra poliesportiva descoberta. A concha (palco) será mantida, mas com apresentações no sentido contrário, onde hoje é o estacionamento, com capacidade de até sete mil pessoas em dias de shows. Também faz parte do projeto uma feirinha fixa como acontece no Campo de São Bento, em Icaraí.

A niteroiense Virgínia Vieira, 41 anos, gostou da novidade. “Vou esperar ansiosa esse espaço ficar pronto. Eu gosto de caminhar de vez em quando e imaginar que esse espaço será disponibilizado para as pessoas é maravilhoso. Um lugar fechado, com iluminação apropriada e suporte para as pessoas praticarem atividade física, é tudo que o morador precisa e merece”, comemorou a moradora do Ingá.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *