Comunidade senegalesa terá grande encontro em Niterói

Você já experimentou um thieboudienne, prato famoso do Senegal? Se não, prepare-se. A cultura senegalesa vai invadir Niterói amanhã, sábado, das 8h às 20h. O evento, realizado no Teatro Popular Oscar Nienmyer, contará com recitais de poesia – as Kassidas, música e gastronomia típicas, além de exposição sobre a vida e obra de Cheikh Ahmadou Bamba Mbacké, líder religioso Sufi do Senegal.

A Jornada Cultural Khassida ou Journée Khassida reúne toda a comunidade senegalese do Brasil uma vez por ano, desde 2015. Realizada anteriormente no Rio Grande do Sul, em 2018 chega a Niterói, onde a comunidade senegalesa promete divulgar e alimentar gratuitamente o público niteroiense com a rica cultura africana.

O intuito da Jornada Cultural Khassida é reunir a comunidade africana e “irmãos” brasileiros, estreitar laços e propagar as obras de Cheikh Ahmadou Bamba Mbacké, uma das figuras mais emblemáticas da África na luta contra a colonização europeia. Também conhecido como Khadimoul Rasoul (em árabe: “servo do profeta Maomé”) e Serigne Touba (marabu em Touba), viveu durante o apogeu da administração colonial, onde os países colonizados não tinham nenhum direito de propriedade, culto e assembleia.

Como uma das maiores figuras religiosas muçulmanas, Mbacké pregava a paz, união e escreveu toneladas de textos sobre Tawheed (crença em um Deus Único), Fiqh (compreensão do islã no campo jurídico) e gramática. Fundou também a cidade de Touba (1887), foi preso e exilado duas vezes (1895 e 1902) pelas autoridades coloniais, totalizando quase 12 anos afastado compulsoriamente do Senegal. Mesmo após o seu falecimento, possui milhões de seguidores ao redor do mundo e eventos como a Jornada Cultural Khassida em sua homenagem.

A entrada é gratuita e a classificação etária é livre. O Teatro Popular Oscar Niemeyer fica na Av. Jornalista Rogério Coelho Neto, s\n no Caminho Niemeyer.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *