Comércio se prepara para Dia das Crianças

Geovanne Mendes –

Faltando nove dias para uma das datas mais importantes para o comércio local e também nacional, já que bilhões de reais são injetados na economia país, o Dia das Crianças já é motivo de boas expectativas para os empresários locais, já que em meio à grave crise financeira pela qual passa o país, poucos têm sido os motivos para comemorar. De acordo com um levantamento feito pela Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL) de Niterói, a expectativa é de que a data tenha um aumento nas vendas de 3,5% em relação ao ano passado. Segundo os números apurados pela entidade, para esse ano, o gasto médio com presentes deve girar em torno de R$ 30, com uma grande procura dos consumidores por promoções e atendimento diferenciado.

Foi pensando nisso que impressor gráfico Miguel Linderley, de 32 anos, saiu à procura de um brinquedo para a sua filha de 1 ano de idade. Pesquisar preço e correr atrás de promoções para não fazer feio para a filhota neste primeiro Dia das Crianças virou uma verdadeira missão para o pai coruja.

“Estou ainda definindo o que levar para minha filha, este será o nosso primeiro dia das crianças juntos, estou muito feliz. Porém, preciso ficar atento aos preços, porque a mãe, minha esposa, já escolheu um carrinho para passeio de R$ 400, haja pesquisa”, brincou o pai de primeira viagem.
Quem também já começou a via crucis para encontrar o presente ideal pelo menor preço é a microempreendedora Keyse Campos, de 30 anos. O filho, de três anos, ainda não sabe, mas ganhará um caminhão movido à pilha. Mas, para isso, a mamãe não se importará em gastar muita sola de sapato em busca de preços, mais agradáveis.

“A gente curte mais o dia das crianças do que os próprios filhos. É muito gostoso vê-los abrindo o presente, é muita alegria envolvida, mas para isso preciso correr preço”, comenta Keyse.

Em uma grande loja de brinquedos no Centro de Niterói, a expectativa é de que haja um aumento de 60% nas vendas este ano. Apesar de ainda faltar alguns dias para a data comemorativa, muitos pais já estão lotando os corredores em busca de boas oportunidades de negócios.
“Para a gente essa data é muito importante, perde apenas para o Natal. Aumentamos o estoque para dar conta de tantos pais e parentes que compram presentes para filhos, sobrinhos, netos e crianças de um modo em geral”, comemora o gerente Juranildo Cândido da Silva.

Mas de acordo com a CDL, outro setor que também recebe muitos consumidores nesta época do ano é o de vestuário. Em uma loja de Icaraí, as vendas ainda não esquentaram, mas de acordo com a gerente Diana Moreira, a procura por roupas e fantasias deve aumentar em até 50% o volume de vendas da loja nos próximos dias.

“A gente já sabe que quando estiver chegando bem pertinho do Dia das Crianças começa uma correria por fantasia para os pequeninos. As fantasias de super-heróis e fadas para as meninas são as mais disputadas. Por isso já calibramos o nosso estoque para este ano”, comemora.
Para se ter uma noção da importância desta data para a economia do país, ano passado foram injetados cerca de R$ 7,3 bilhões no comércio.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

6 + sete =