Comércio espera alta nas vendas de produtos para festas juninas

Junho ainda não chegou, mas comerciantes de Niterói já começaram a mudar as vitrines e prateleiras. Dados da Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL-Niterói) de Niterói apontam que as vendas específicas para os festejos juninos, como fantasias caipiras e comidas típicas, vão ter aumento de 3,5% em relação ao ano passado. Apesar do movimento ainda estar fraco, empresários já percebem pesquisa de preços por parte dos consumidores.

O vice-presidente da CDL-Niterói, Luis Vieira, explicou que o comércio já está se preparando para esse período festivo, que ultrapassa junho, julho e agosto. “São três bons meses de vendas para o comerciante. A festa junina é uma cultura bem popular e em vários pontos da cidade acontecem festejes, seja na rua e até mesmo em escolas e clubes, o que estimula o consumo desses produtos. As compras envolvem desde objetos de decoração até mesmo roupas, fantasias e acessórios”, comentou.

O comerciante José Luiz Duarte, proprietário do Bazar Uruguai, no Centro, disse que o movimento está muito fraco e a perspectiva é que melhore apenas no início de junho. No espaço já estão sendo vendidos alguns itens específicos como paçoca, amendoim, pé de moleque e doce de abóbora; que custam R$ 11,90, R$ 13,50, R$ 11,90 e R$ 13,99, respectivamente. Já na Festa Encantada, também no Centro, o movimento para pesquisa de preço já foi comprovado pela vendedora Luana Costa, de 27 anos. “Muitas pessoas anotam os preços e dizem que vão voltar depois. Também tiram fotos para guardar a imagem e correr preço”, sintetizou. Os itens que mais estão sendo procurados são os chapéus, que custam de R$ 2,99 a R$ 15, e placas indicativas que custam R$ 6,50.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

11 + 9 =