Comerciantes informais de Macaé recebem capacitação sobre alimentação segura

A comerciante informal Renata dos Santos Alberto, 36 anos, atua há 11 anos na orla da praia dos Cavaleiros com a venda de água de coco. Ela e mais 100 ambulantes participaram, na terça-feira (22), de capacitação sobre “Alimentação Segura”. O evento, realizado pela Coordenadoria Especial de Vigilância Sanitária (Covisa), ligada à Secretaria de Saúde, teve o objetivo de informar os padrões de higiene necessários para garantir a segurança alimentar.

“A iniciativa permite uma reciclagem nos nossos conhecimentos e, com isso, pretendo passar o que aprendi ao manusear minha água de coco. É importante adotar as medidas de higiene para garantir a saúde das pessoas que compram nossos produtos”, frisou Renata.

O treinamento é pré-requisito para ambulantes já atuantes e os que estão em fase de cadastramento na coordenadoria de Posturas, da Secretaria de Fazenda. O ambulante Fábio Feitosa, 35 anos, comercializa bebidas desde 2007 e afirma que a capacitação é fundamental para quem está na área. “Mesmo com tantos anos na rua, sempre existem informações novas para aprendermos”, avaliou.

No encontro os participantes conheceram as regras e medidas que devem ser seguidas pelos trabalhadores que oferecem serviço de alimentação, além dos cuidados na limpeza do local de trabalho e como manusear corretamente os produtos.

A capacitação foi ministrada pela fiscal sanitária da Covisa, Meire Gervásio. “A missão da vigilância sanitária é promover e proteger a saúde da população, garantindo os direitos constitucionais do cidadão. O intuito é garantirmos que os produtos comprados são de qualidade”, frisou Meire.

Informações, dúvidas, sugestões ou reclamações podem ser solicitadas através do telefone (22) 2762-0935, e-mail [email protected] ou na sede da coordenadoria, localizada na rua José de Aguiar Franco, 2150, no bairro Costa do Sol.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *