Comerciantes em alerta após arrombamentos

“Criminosos estão se passando por moradores de rua para assim não serem percebidos e conseguirem arrombar e furtar lojas. Não ocorreu em Niterói, mas o alerta está feito”, foi o que afirmou, o ex-presidente do Conselho Comunitário de Segurança de Niterói e comerciante Leandro Santiago. Ele sugeriu que, como medida de precaução, os proprietários de lojas em Niterói deveriam manter uma rede de contatos para evitar possíveis ocorrências do gênero.

“Casos como esses estão ocorrendo na Baixada Fluminense e é uma preocupação dos comerciantes. Os proprietários de lojas poderiam por hábito ter contatos de moradores vizinhos aos estabelecimentos para assim se manterem informados de movimentação estranha. Em Nova Iguaçu, por exemplo, já teve casos de ocorrências onde marginais se passaram por moradores de rua, assim disfarçados ficaram junto as lojas que forem arrombadas. Em Niterói isso não ocorreu, mas deveríamos nos prevenir. As ruas estão praticamente desertas por conta das medidas preventivas contra o coronavírus”.

Ele acrescentou ainda que há alguns anos atrás fatos semelhantes até ocorreram na cidade, quando bancas de jornais foram arrombadas para furtos de pacotes de cigarros e outros produtos.

“Sugiro aos comerciantes que mantenham uma rede de comunicação, pode ser via zap, com moradores vizinhos aos comércios e que também coloque dentro dos estabelecimentos números de contato (em local visível) para o caso de algum tipo de ocorrência e assim facilitar a ligação com o policial numa suposta ocorrência”, explicou.

One thought on “Comerciantes em alerta após arrombamentos

  • 3 de abril de 2020 em 08:53
    Permalink

    Fiz um post sobre isso no meu Facebook. O empresário da cidade está abandonado, largado e pessimamente “representado”.
    Caso queiram procurar o post, basta localizar a página Fred Martins no Facebook.

    Resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

2 × um =