Comemoração dos 74 anos da Academia Brasileira de Música

Duas apresentações memoráveis da Orquestra Sinfônica Nacional da Universidade Federal Fluminense (OSN UFF) marcarão as celebrações dos 74 anos da Academia Brasileira de Música (ABM). Sob a regência do maestro Tobias Volkmann e com a soprano Marianna Lima como solista convidada, a OSN traz para o sexto concerto da Série Alvorada obras de Heitor Villa-Lobos, Ricardo Tacuchian e Claudio Santoro. Os concertos serão realizados no dia 7 de julho, 10h30min, no Cine Arte UFF, em Icaraí.

No dia 12, a Academia Brasileira de Música concederá ao compositor Liduíno Pitombeira a Medalha Villa-Lobos, distinção com a qual a ABM homenageia personalidades de destaque da vida musical brasileira por sua obra ou realizações profissionais relevantes, reconhece o mérito daqueles a quem homenageia bem como reafirma o valor da música clássica e seus principais agentes para a cultura brasileira. O compositor cearense Liduíno Pitombeira é professor de composição da Escola de Música da UFRJ. É doutor em Composição e Teoria e mestre em Composição pela Louisiana State University (EUA), tem obras executadas e premiadas no Brasil e no exterior.

A Academia Brasileira de Música é uma instituição sem fins lucrativos e foi fundada em 12 de julho de 1945, por Heitor Villa-Lobos, seguindo padrões da Academia Francesa. É composta por acadêmicos que são personalidades de destaque no meio musical brasileiro nas áreas da composição e da educação musical, da interpretação e da musicologia. Por meio do Decreto Federal de 7 de novembro de 1946, reconheceu-se a instituição como sendo de utilidade pública e, em 6 de junho de 1947, também por meio de Decreto federal, tornou-se órgão técnico-consultivo do governo federal.

Os ingressos custam R$ 20 (inteira) e R$ 10 (meia-entrada). O Cine Arte UFF fica na Rua Miguel de Frias, 9 em Icaraí.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

4 × 1 =