Começa segunda etapa de campanha de vacinação contra sarampo

A segunda etapa da Campanha Nacional de Vacinação contra o Sarampo, começa a partir desta segunda-feira (18). O foco serão os jovens adultos entre 20 e 29 anos. A primeira fase da campanha aconteceu no mês passado e foi direcionada a crianças entre 6 meses de idade e 4 anos. O Estado do Rio de Janeiro registrou 117 casos de sarampo em 2019.

Os objetivos da campanha, segundo a Secretaria de Saúde, são ampliar a cobertura vacinal e atualizar a caderneta de vacinação, garantindo que esse grupo esteja com a imunização em dia. No dia 30, último dia da fase da campanha, acontece o Dia D, quando a Subsecretaria de Vigilância em Saúde (SVS) da SES recomenda que as secretarias municipais disponibilizem a abertura de postos de vacinação para esse público-alvo.

O esquema vacinal contra o sarampo está previsto no Calendário Nacional de Imunização e é oferecido durante todo o ano na rede pública de saúde para as faixas etárias recomendadas.

“A vacinação é forma mais eficaz de prevenção contra o sarampo. É fundamental se vacinar para se proteger dessa doença que tem alto índice de contágio e evitarmos o avanço pelo estado”, explica o secretário de Saúde, Edmar Santos.

Os casos neste ano foram notificados em Angra dos Reis (1), Belford Roxo (6), Cabo Frio (1), Casemiro de Abreu (1), Duque de Caxias (36), Itaguaí (1), Magé (1), Nilópolis (2), Niterói (2), Nova Iguaçu (9), Paraty (12), Resende (1), Rio das Ostras (2), Rio de Janeiro (31), São João de Meriti (10) e Saquarema (1).

A SVS esclarece que orientou os municípios acima sobre ações de bloqueio preconizadas pelo Ministério da Saúde e que, para o Rio de Janeiro e Duque de Caxias, cidades com maior número de casos, emitiu alertas de atenção para possíveis novas notificações e para investigações em tempo ágil. Além disso, equipes da SVS estão em interlocução com os coordenadores municipais de piores índices de cobertura vacinal, com previsão de visitas in loco da área técnica estadual.

Sintomas
Os principais sintomas do sarampo são mal-estar geral, febre, tosse, coriza e manchas brancas na mucosa oral. A doença também provoca conjuntivite e se caracteriza por apresentar manchas vermelhas que aparecem no rosto e se espalham por todo o corpo. O sarampo é uma doença que passa com facilidade de uma pessoa para outra por meio da fala, tosse e espirro.

Contraindicações
Pessoas com suspeita de sarampo, gestantes, crianças com menos de 6 meses e imunocomprometidos não devem receber a vacina. Pessoas com alergia à proteína lactoalbumina, presente no leite de vaca, devem informar ao profissional de saúde no posto de vacinação para que recebam a dose feita sem esse componente.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *