Combate a criminalidade em trecho da BR-101 esbarra no número de efetivo

Durante a audiência pública para debater medidas de enfrentamento da violência no trecho da Rodovia Niterói-Manilha ( BR-101), na última quinta-feira (01), na presença de representantes da Polícia Militar e Polícia Rodoviária Federal, foram divulgados números e abordados assuntos relacionados a segurança, como as dificuldades da PRF e PM para atuarem em municípios como em Niterói, São Gonçalo, Itaboraí e outros municípios adjacentes.

Entre os obstáculos enfrentados pelas duas corporações, está o pequeno efetivo. No caso da PRF, de acordo com informe dos informes, o posto situado às margens da rodovia, na altura do bairro de Itaúna, São Gonçalo, possui um efetivo de apenas sete agentes para cobrir o trecho de via de vários quilômetros, nos municípios de Niterói, São Gonçalo, Itaboraí, Tanguá, Rio Bonito e Silva Jardim. No caso do Batalhão de São Gonçalo (7º BPM) a relação atual seria de menos um policial militar para cada mil habitantes, quando o recomendado seria um policial para cada 300 habitantes. A média nacional é de um PM para cada 400 habitantes.

O vice-presidente da Comissão de Segurança Pública e Assuntos de Polícia da Alerj, deputado estadual Coronel Salema, ressaltou que a intenção do encontro não foi somente para efetuar cobranças mas principalmente para unir esforços e buscar soluções para a questão. “A rodovia possui trechos nos três municípios sob responsabilidade dos batalhões que comandei e por isso conheço bem a região e seus problemas”, destacou Salema. Logo após a audiência, o deputado recebeu em seu gabinete a inspetora Renata Dutra, chefe da 2ª Delegacia de Polícia Rodoviária (2ª DPRF-Ponte Rio-Niterói); o comandante do 4º Comando de Policiamento de Área (4º CPA), coronel Marcelo Rocha; e os comandantes do 7º BPM (São Gonçalo), do 12º BPM (Niterói), e do 35º BPM (Itaboraí), respectivamente tenente-coronel Gilmar Tramontini, tenente-coronel Sylvio Guerra e tenente-coronel Marcelo Guimarães.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

18 − onze =