Com gol de Nenê, Vasco vence a primeira sob o comando de Diniz

O Vasco finalmente voltou a vencer na Série B, na sexta-feira. Os cruzmaltinos sofreram, mas passaram pelo Brusque por 1 a 0, no interior catarinense. Com o resultado, os cariocas chegaram a 37 pontos e retomam o sonho com o acesso. Já os catarinenses, com 30, passam a se preocupar com a degola. No primeiro tempo, a grande atração foi o VAR, que anulou dois gols do Brusque. Além disso, após revisão, o árbitro expulsou o lateral direito Léo Matos, do Vasco. Já no segundo tempo, mesmo em desvantagem numérica, os cruzmaltinos marcaram com Nenê. Na próxima rodada, o Vasco recebe o Goiás, na segunda-feira, em Goiânia. Já na quarta, será a vez do Brusque encarar o Brasil de Pelotas, no interior gaúcho.

O Vasco tentou pressionar no início, mas viu o Brusque colocar a bola na rede aos cinco minutos. Só que após a revisão do VAR, o gol foi anulado por impedimento de Nonato. Mesmo após o susto, o Vasco seguiu tendo posse de bola, mas pouco incomodava o goleiro Ruan Carneiro. O Brusque tentava surpreender nos contra-ataques, sem sucesso.

A situação ficou ruim para o Vasco aos 43 minutos. Em lance na área, Léo Matos acertou com o cotovelo um defensor. O árbitro foi chamado pelo VAR e expulsou o lateral direito cruzmaltino. Antes do intervalo, o Brusque voltou a balançar a rede, mas novamente o VAR anulou por impedimento. Assim, o placar seguiu zerado nos primeiros 45 minutos.

No segundo tempo, o Brusque pressionou aproveitando a vantagem numérica. Os donos da casa chegaram a assustar aos dois minutos, com Edu. Só que aos 11, na primeira chegada, o Vasco abriu o placar. Nenê aproveitou cruzamento e acertou belo chute sem deixar a bola cair no canto do goleiro.

O revés fez o Brusque busca o ataque com mais intensidade. Os donos da casa quase empataram aos 23 minutos, em cabeceio do Toty que parou em grande defesa de Vanderlei. Em seguida, novamente Toty finalizou, mas viu a bola desviar na zaga e passar sobre o travessão.

Nos minutos finais, o Brusque seguiu na pressão. O Vasco recuou de vez, mas conseguiu impedir o empate dos donos da casa para sair de campo com os três pontos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

cinco + quinze =