Com 1,5 óbitos Brasil tem menor média móvel dos últimos 4 meses

O país registrou, entre terça-feira (6) e hoje (7), 1.595 mortes pela Covid-19, totalizando 528.611 vítimas fatais desde o início da pandemia. Assim, o Brasil teve o menor registro de média móvel de óbito desde 7 de março deste ano, chegando a 1.481.  Em comparação à média de 14 dias atrás, a variação foi de -21% e aponta tendência de queda.É o 11º dia seguido de queda nesse comparativo.

De 17 de março até 10 de maio, foram 55 dias seguidos com essa média móvel de mortes acima de 2 mil. No pior momento desse período, a média chegou ao recorde de 3.125, no dia 12 de abril.

Foram 54.156 casos positivos confirmados entre terça-feira (6) e hoje (7), levando o país a um total de 18.908.962 casos desde o começo da pandemia.

RIO DE JANEIRO PRÓXIMO DOS 973 MIL CASOS

A Secretaria de Estado de Saúde do Rio (SES) registrou entre terça-feira (6) e hoje (7), 2.351 novos casos e 129 mortes. Com isso o estado chegou ao total de 972.619 casos confirmados e 56.321 óbitos por coronavírus.

Segundo o painel de dados desenvolvido pela pasta, a taxa de ocupação de Unidades de Terapia Intensiva (UTI) para a covid-19 no estado é de 58,4%. Já a taxa de ocupação nos leitos de enfermaria é de 41%.

O balanço diário do Ministério da Saúde também traz os dados por estado. No alto do ranking de mais mortes por covid-19 estão São Paulo (130.935), Rio de Janeiro (56.321), Minas Gerais (47.378), Rio Grande do Sul (31.976) e Paraná (31.843). Na ponta de baixo estão Acre (1.761), Roraima (1.770), Amapá (1.861), Tocantins (3.279) e Alagoas (5.467).

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.