Clubes definem quem sai e os que ficam

A temporada de 2021 chegou ao fim para os clubes cariocas na última quinta-feira (9). Agora, Flamengo, Fluminense, Botafogo e Vasco da Gama ajustam 100% do foco para o planejamento, visando o ano de 2022. Embora cada um viva uma realidade diferente, todos têm desafios pela frente, seja a montagem do elenco ou até mesmo definição de técnico e dirigentes.

Após o vice-campeonato Brasileiro, o Flamengo pelo menos já possui um norte. No último final de semana, Rodolfo Landim se reelegeu presidente do clube e garantiu mais um triênio á atual gestão. Nomes como o dos diretores Marcos Braz e Bruno Spindel seguirão por mais algum tempo no rubro-negro carioca.

No entanto, após os fracassos na Copa do Brasil, Libertadores e Brasileirão, o momento é de reconstrução. Desde a demissão de Renato Gaúcho, o Flamengo é comandado uterinamente pelo auxiliar Maurício Souza. Nomes como o de Jorge Jesus, campeão de quase tudo pelo clube em 2019, e Marcelo Gallardo foram cogitados. Contudo, eles permanecerão em Benfica e River Plate, respectivamente.

A prioridade é um técnico europeu. Com isso, o português Carlos Carvalhal voltou à pauta. Mas, para garantir a contratação, o time brasileiro teria de conseguir uma rescisão do profissional com o Braga, atual clube do treinador. Em relação ao elenco, a necessidade de reformulação, devido ao desgaste, é vista como essencial. Com isso, jogadores mais velhos como Diego Ribas e Filipe Luís podem perder espaço.

Classificado para a pré-Libertadores de 2022, o Fluminense começa a pensar em reforços. Nomes como o do volante Felipe Melo, campeão da Libertadores pelo Palmeiras e do atacante Germán Cano, destaque do Vasco da Gama, são bem-vistos e chegariam de graça, pois ficam sem contrato ao final deste ano. Outro ponto a ser destacado é o comando técnico. Marcão, interino, não está assegurado. Renato Gaúcho poderia surgir nas Laranjeiras.

MARCÃO não tem cargo de técnico confirmado para o ano que vem

Os dois times que fecharam a temporada mais cedo por disputarem a Série B, Vasco da Gama e Botafogo, mesmo vivendo momentos distintos, passam pela fase de “chegadas e partidas”, visando a montagem dos elencos para a próxima temporada. Em comum entre ambos são as saídas acontecendo em maior intensidade que as contratações.

O volante Pedro Castro, titular durante boa parte da vitoriosa campanha da Série B, não permanecerá no Botafogo no ano que vem. O atleta, que estava no alvinegro por empréstimo pelo Tombense, acertou, ontem, sua ida para o Cruzeiro. Dessa forma, ele seguirá jogando pela segunda divisão nacional. Já o técnico Enderson Moreira deve permanecer.

ENDERSON MOREIRA deve permanecer no Botafogo

O Vasco da Gama, que anunciou, nos últimos dias, saídas de nomes como Germán Cano, Andrey, Zeca e Romulo, ainda não anunciou contratações de jogadores para o próximo ano. No entanto, em entrevistas recentes, o novo treinador, Zé Ricardo, confirmou já ter indicado nomes à diretoria vascaína, mas preferiu não revelar quais.

ZÉ RICARDO está de volta ao Vasco da Gama

Os quatro grandes do Rio de Janeiro voltam a campo, em jogos oficiais, no dia 26 de janeiro de 2022, pelo Campeonato Carioca. O Botafogo enfrenta o Boa Vista; o Vasco mede forças com o Volta Redonda; o Flamengo duela com a Portuguesa; enquanto o Fluminense joga contra o Bangu. Os horários e locais das partidas ainda serão definidos pela Federação de Futebol do Estado do Rio de Janeiro (FFERJ).

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.