Clubes de canoagem estão na mira da fiscalização ambiental

Alan Bittencourt

Frequentadores de praias de Niterói denunciam que os clubes de canoagem estariam destruindo as restingas dos locais com os suportes para as canoas, o que configuraria crime ambiental. Postagens no Facebook receberam vários comentários criticando a suposta irregularidade e pedindo uma providência por parte da Prefeitura de Niterói.

Em São Francisco e Charitas, na Zona Sul, há, de fato, suportes para canoas sobre restingas em vários pontos das praias. As canoas ficam sobre as áreas de restingas, mas, aparentemente, elas não foram destruídas.

Já na Praia de Camboinhas, na Região Oceânica, além de haver suportes sobre as áreas de preservação, uma parte foi desmatada para a colocação de um suporte. Além disso, havia canoa diretamente sobre a restinga.

A Secretaria Municipal de Meio Ambiente, Recursos Hídricos e Sustentabilidade informa que não recebeu qualquer denúncia formal sobre o assunto.

“Recebemos denúncias informais e enviaremos amanhã (hoje) fiscais aos locais para verificar a situação. Ressalto que, atualmente, as áreas de restinga passam por processo de revegetação em diversas praias da cidade”, disse o novo secretário Leandro Portugal.

A Secretaria Municipal de Esporte e Lazer reitera que os clubes de canoagem devem seguir todas as normas estipuladas para a prática do esporte.

“Já entramos em contato com as associações para verificar o ocorrido e também orientar sobre a necessidade dos desportistas, além de realizarem a prática do esporte, atuarem para a prevenção do ecossistema em Niterói”, afirmou o futuro secretário Luiz Carlos Gallo.

Procurado, o Instituto Estadual do Ambiente (Inea) informou, em nota, “que as praias de Charitas, São Francisco e Camboinhas estão situadas na Zona de Amortecimento do Parque Estadual da Serra da Tiririca. O órgão ambiental estadual irá enviar uma equipe ao local amanhã (hoje), a fim de checar a denúncia. Se for constatada alguma irregularidade, a equipe irá adotar as medidas cabíveis”.

Preocupação com o meio ambiente

O sócio-proprietário do clube de canoa polinésia SOUL VA’A, Thiago Barcellos, considerou muito estranha a denúncia. Seu clube possui duas bases, uma na Praia de Charitas e outra na de Icaraí.

“Na Praia de Charitas, nossa base fica em um quiosque, fica na areia da praia e temos uma parte de grama. Cuidamos muito bem do local, inclusive essa semana, contratamos uma pessoa para cortar a grama. Na nossa base da Praia de Icaraí, nossas canoas ficam na areia da praia, em frente à Rua Pereira da Silva. Fica próximo a uma pequena parte de restinga que é cercada por morões com arame”, disse.

De acordo com Thiago, todos que participam de seu clube têm muita preocupação com o meio ambiente.

“Estamos fazendo várias denúncias de moradores de rua que estão usando a restinga para dormir, fazendo as suas necessidades fisiológicas, deixando um cheiro bem desagradável, guardando suas roupas e malas ali, usando o arame da restinga de varal para pendurar roupas. Eles usam a restinga também para se drogar e deixam ela bastante suja, embalagens plásticas, embalagens de papelão, garrafas, copos, garrafas. Nossos remadores fizeram várias denúncias referentes a esses moradores de rua”, afirmou.

A rotina dos remadores começa às 5h30 todos os dias. O dono da SOUL VA’A afirmou que estão sempre limpando o entorno da restinga e abrindo chamado para limpeza do local. O clube também promove regularmente ações referentes à limpeza da Baia de Guanabara e limpeza das praias, onde os remadores recolhem bastante lixo.

As ações de limpeza da Baia de Guanabara e limpeza das praias com todos os clubes de canoa de Niterói, através da nossa Associação Niteroiense de VAA (ANVAA).

“Com relação aos demais clubes de canoa de Niterói, é importante salientar que a ANVAA está em constante contato com a Secretaria de Esportes e Lazer de Niterói e com os demais órgãos ambientais atuantes no município, órgãos estes responsáveis pela fiscalização dos locais utilizados pelos clubes de canoa havaiana”, disse Thiago Barcellos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

5 × um =