Cirurgia de Jefferson gera insatistação de dirigentes no Botafogo

Após romper parcialmente o tríceps do braço esquerdo em maio deste ano, o goleiro Jefferson teve que passar por uma cirurgia e ainda não voltou a jogar. A previsão inicial dava conta de que ele poderia retornar aos gramados no máximo em outubro. Porém, as dores continuam e na quarta-feira o jornal “Extra” publicou a informação de que o arqueiro vai precisar se submeter a um novo procedimento cirúrgico, inclusive indicado por médicos de fora do clube e procurados pelo camisa 1. O fato gerou grande insatisfação por parte de alguns dirigentes, embora ninguém queira se manifestar abertamente.

A insatisfação não estaria ligada a Jefferson, pelo fato dele ter procurado outro profissional, mas sim em relação ao departamento médico. O responsável pelo setor, Luiz Fernando Medeiros, já não é unanimidade há muito tempo e muitos dirigentes pressionam o presidente Carlos Eduardo Pereira a fazer uma troca no setor.
A pressão existe desde que o time perdeu diversos titulares quando ainda era dirigido por Ricardo Gomes. O lateral direito Luis Ricardo não vai mais jogar esse ano, assim como Jefferson. Nomes como o zagueiro Joel Carli, o lateral esquerdo Diogo Barbosa e o volante Aírton, por exemplo, passaram bastante tempo no departamento médico, visitado ainda por peças como o zagueiro Emerson Santos, o meia Leandrinho e o atacante Sassá.

Carlos Eduardo Pereira parece confiar em Luiz Fernando Medeiros, porém, com o aumento da pressão, foi convencido a cobrar mais o médico, principalmente em relação ao goleiro. Uma reunião deverá acontecer nos próximos dias. Perguntado sobre a perda do titular, o técnico Jair Ventura evitou se posicionar.

“Fiquei sabendo muito por alto da situação, mas vou precisar me inteirar mais. Estava concentrado com o elenco para o jogo contra a Chapecoense e por isso mesmo não sei mais detalhes”, disse Ventura.

Dentro de campo, passada a derrota de 2 a 0 para a Chapecoense, o Botafogo volta as suas baterias para o duelo contra o Palmeiras, previsto para o próximo domingo, às 17h(de Brasília), na Allianz Arena, em São Paulo (SP), pela 36ª rodada do Campeonato Brasileiro.

Para este duelo, Jair Ventura perdeu o volante Aírton e o lateral-esquerdo Víctor Luís, ambos advertidos com o terceiro cartão amarelo diante dos catarinenses e que terão que cumprir suspensão. O primeiro será substituído por Bruno Silva, que retorna de virose, enquanto que a vaga do segundo será preenchida por Diogo Barbosa, que atuou improvisado no meio.

Resta saber quem atuará como terceiro homem no meio. O treinador pode optar por um terceiro volante, no caso Dudu Cearense ou Fernandes, ou manter o esquema com dois meias. Neste caso, Leandrinho pode ganhar nova chance. Já à disposição após cumprir suspensão, o atacante Sassá deve ser titular ao lado de Neilton, com Rodrigo Pimpão ficando como opção no banco. Nesta sexta-feira, o elenco volta a trabalhar na parte da manhã.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

sete + doze =