Chico Buarque é tema de concurso nacional de caricaturas

Estão abertas as inscrições para o concurso nacional de caricaturas “Quem te viu quem te vê”, que tem como tema o compositor Chico Buarque de Hollanda. Promovida pelo Instituto Memória Musical Brasileira (IMMuB) e com curadoria do desenhista e agitador cultural Zé Roberto Graúna, a iniciativa vai selecionar 40 trabalhos autorais para fazer parte de um catálogo e também circular em exposição. E mais, as três melhores artes receberão prêmios em dinheiro. A inscrição é gratuita e deve ser feita pela internet até o dia 13 de novembro.

Os desenhos serão avaliados por um corpo de jurados altamente qualificado formado pelo desenhista profissional Cássio Loredano, pelo jornalista Bruno Liberati e pelo ilustrador e publicitário Eduardo Baptistão.

Os interessados, amadores ou profissionais, de todas as idades, devem acessar o site www.quemteviuquemteve.net.br e preencher a ficha de inscrição com nome completo, número de CPF, Estado onde reside, telefone e e-mail para contato. Após preenchimento dos campos, o proponente deverá anexar a caricatura e clicar em “Enviar”. Os trabalhos tem que estar na proporção do formato A3 (29,7 cm x 42 cm), nas extensões JPEG ou PDF, com resolução mínima de 150 DPI e com limite máximo de 2MB. A técnica gráfica é livre.

Parte das comemorações dos 10 anos do IMMuB, o concurso, o segundo idealizado pela instituição, promete repetir o sucesso do anterior – “Noel é 100” – se consagrando como uma interessante forma de celebrar a música brasileira, com trabalhos autênticos e criativos. De acordo com o diretor-presidente do IMMuB, João Carlos Carino, o projeto usa a linguagem da caricatura como uma inovadora alternativa para promover e registrar a memória musical do país e sua vasta criação.

“Essa será uma ótima oportunidade de mostrar caricaturas de um compositor, que assim como Noel, nos apresentou a caricaturas de vários personagens e tipos populares através das suas músicas: o malandro, a bailarina, o delegado de polícia, a prostituta, o sambista etc”, ressaltou Carino.

Conhecido por sua influência poética, melódica e harmônica, Chico Buarque nasceu no Rio de Janeiro, em 1944, e vem, desde então, construindo sua história com profunda paixão pela música, política e futebol. Filho do historiador Sérgio Buarque de Holanda e da pianista Maria Amélia Cesário Alvim, Chico cresceu rodeado por livros e manifestações artísticas. Desde a década de 1960, Chico é conhecido como uma das personalidades mais importantes da música no país, tendo conquistado prêmios em festivais como da Música Popular Brasileira (1966), com sua composição “A banda”, interpretada pela cantora Nara Leão; assim como no III Festival Internacional da Canção (1968), com a música “Sabiá”, escrita em parceria com o maestro e compositor Tom Jobim.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

dez + 14 =