‘Chega de frescura e mimimi’, afirma Bolsonaro sobre pandemia

Após dois dias seguidos de recordes no número de mortes devido ao novo Coronavírus, o presidente Jair Bolsonaro voltou a criticar as medidas de segurança sanitárias e chamou de “frescura” e de “mimimi”, classificando como exagero a preocupação em relação a pandemia que já matou quase 260 mil brasileiros. A afirmação foi feita hoje (4) durante a inauguração de um trecho da ferrovia Norte-Sul, em São Simão, Goiás.

Ainda de acordo com o presidente é preciso “enfrentar nossos problemas”, se referindo às questões econômicas em busca da retomada do crescimento do PIB. Nesse sentido, Bolsonaro elogiou os produtores rurais por continuarem trabalhando durante a pandemia e questionou o futuro do país caso as medidas restritivas orientadas por governadores e prefeitos para frear a Covid-19 prejudiquem ainda mais a economia.

Senado suspende sessões presenciais

Na contramão do presidente da república, Rodrigo Pacheco, presidente do Senado, informou ontem (4) que a partir da próxima semana a Casa voltará a realizar as sessões exclusivamente virtuais. A medida foi adotada na depois dos senadores se mostrarem preocupados com o recorde de 1.910 mortes em 24 horas, registrado ontem (3),mais número de mortes por dia desde o início da pandemia.

“Embora eu quisesse avançar para ter um ambiente semipresencial com mais presença no Senado Federal, restabelecer agora, no início, também semipresencialmente, as comissões temáticas da Casa, as comissões permanentes, os órgãos todos da Casa, infelizmente o que nós vimos hoje é um avanço muito severo da pandemia no Brasil, com a decretação do lockdown pelo governo do Distrito Federal, com o aumento do número de infectados e um aumento muito significativo e triste do número de mortos no Brasil em função da pandemia”, afirmou Pacheco.

A partir da próxima semana as sessões serão conduzidas nas instalações do Plenário Virtual, “bunker” localizado na Secretaria de Tecnologia da Informação (Prodasen), com a participação dos senadores em caráter remoto, seguindo as regras já aprovadas no ano passado. A última sessão em sistema semipresencial, conforme Pacheco, será realizada nesta quinta-feira, às 16h, para debater o andamento da imunização da população contra a covid-19 com a participação de representantes da Anvisa e do Ministério da Saúde.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

seis + oito =