Chefe do tráfico no Morro do Estado é preso em operação que deixou três mortos

Augusto Aguiar –

Dois confrontos entre policiais militares do 12º BPM (Niterói) e criminosos entre o fim da noite de terça-feira e a manhã de hoje resultou na morte de três homens, além da apreensão de três armas e drogas. A troca de tiros ocorreu na Travessa Sebastião Vanna, na comunidade da Bernardino, no Fonseca, Zona Norte, e no Morro do Estado, no Centro. Nas duas ocorrências, os policiais checavam informes sobre a presença de traficantes armados, e na segunda ação a polícia conseguiu prender Jorge Fraga de Oliveira Júnior, de 39 anos, conhecido como Cachorrão, um dos líderes do tráfico no Morro do Estado e do TCP na cidade. Recentemente ele teria tentado tomar os pontos de venda de drogas na comunidade Buraco do Boi, com ajuda do não menos perigoso traficante 3N, que deixou o Complexo do Salgueiro e o CV.

Na Zona Norte da cidade, pouco antes das 23h de terça-feira, militares do Grupamento de Ações Táticas (GAT) incursionaram na comunidade Bernardino, onde havia informes de que bandidos de facções criminosas rivais estavam se enfrentando pelo controle da venda de drogas. Os policiais foram recebidos a tiros por marginais e houve confronto. Na troca de tiros, dois homens foram baleados e morreram no local. Na ação, a polícia apreendeu uma pistola, um revolver, carregadores com munições, 50 tabletes de maconha, e 60 pinos de cocaína.

Horas depois, no Complexo do Estado, a operação foi deflagrada em conjunto com policiais militares do GAT, do Serviço de Inteligência do 12º BPM, e de agentes da 76ª DP (Centro). Na ação também houve confronto e além da prisão de Cachorrão, um homem morreu baleado e outro, identificado como Denner Rodrigues Angelo de Lima, de 24 anos, também foi preso. Há vários dias moradores se queixavam de constantes confrontos entre criminosos rivais para controlar a venda de drogas no complexo de comunidades (Estado, Arroz, e Chácara). Segundo denúncias, traficantes do CV estariam tentando invadir a comunidade com apoio de vários bandidos vindos do Rio.

Recentemente, em maio desse ano, Cachorrão teria tentado retomar o controle do tráfico na comunidade Buraco do Boi, no Barreto, de onde já havia sido expulso por rivais. Reforçado de aliados do TCP, inclusive com armas que teriam sido fornecidas por Thomas Jhayson Gomes, o 3N, por sua vez expulso do Complexo do Salgueiro. Na frente da tentativa de invasão estava Cachorrão. Fontes da polícia informaram que o CV teria reagido e retomado os pontos. O motivo pela disputa de bandidos no Barreto teria sido a posição estratégica da comunidade, com fácil acesso em direção ao Rio, e Cachorrão havia sido escolhido pela cúpula do TCP para assumir a liderança na comunidade da Zona Norte, após ter sido liogado ao CV e a ADA.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *