Cerimônia das Cinzas em homenagem a Plinio Latanzi em Itacoatiara

Neste domingo, 12, às 9h, a família do surfista Plinio Lattanzi, que faleceu enquanto pegava onda no Havaí, onde morava, vai realizar uma Cerimônia das Cinzas, na praia de Itacoatiara, na Região Oceânica de Niterói. A terceira parte das cinzas do surfista será jogada no mar no dia em que completa um ano da morte do niteroiense.

Plinio teve um infarto fulminante aos 54 anos enquanto surfava na praia de Honolua Bay, no Havaí, e acabou falecendo, apesar das tentativas para reanimação. Em vida, ele sempre deixou claro para a família que queria ser cremado quando morresse, e queria que suas cinzas fossem jogadas no mar do Havaí, no Panamá e em Itacoatiara. E assim foi feito: no dia 26 de janeiro uma parte das cinzas foi jogada no Havaí, no dia 18 de junho no Panamá e neste domingo será em Itacoatiara.

“Vamos fazer uma roda e quem puder entrar no mar vai entrar e quem não puder ficará na areia. Essa é uma forma de homenagear meu pai e isso é uma tradição no mundo do surf. Vai ser especial”, contou o filho único Kalani Lattanzi, 25 anos, que seguiu os passos do pai e também é surfista. A irmã de Plinio, a gerente administrativa Tania Lattanzi de 55 anos, disse que está organizando essa terceira despedida com muito amor e carinho. “Ele sempre foi meu parceiro e tinha uma ligação muito forte comigo. Será uma forma de homenagem e realização de uma vontade dele. E nada melhor do que o mar para materializar isso”, finalizou.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *