Centro Petrobras de Cinema reabre com concorrente à Palma de Ouro

A partir da próxima semana o niteroiense terá uma nova opção de cultura, o Reserva Cultural/Centro Reserva Cultural de Cinema (chamado até então de Centro Petrobras de Cinema) , no Gragoatá, na região central da cidade. Assinado pelo arquiteto Oscas Nieymeyer, o espaço será inaugurado amanhã oficialmente com exibição do filme “Aquarius”, concorrente brasileiro à Palma de Ouro este ano em Cannes. O público terá que esperar mais um pouco, apenas na próxima semana, dia primeiro de setembro que o complexo estará aberto.
O espaço contará com cinco salas de cinema, lojas (somando cerca de 600 metros quadrados), estacionamento de 1.800 metros quadrados. Aos todo, o espaço terá capacidade para 800 pessoas. As cinco salas de cinema são localizadas no andar superior e todas contam com lotações diferentes. A maior delas, a Sala 01, tem capacidade para até 207 lugares. Além disso haverão, espaços livres que vão contemplar mesas para café na parte superior e mesas para restaurante, bar no piso inferior e um bistrô e livraria. O investimento para a reforma e adequação do prédio foi de aproximativamente R$ 12 milhões.
O prédio, considerado uma “obra-prima”, é o primeiro complexo cinematográfico assinado pelo gênio da arquitetura Oscar Niemeyer e se adequa perfeitamente à filosofia de “Miniplex” do Reserva Cultural.
“Esse projeto era esperado havia muito tempo por Niterói. Tem tudo a ver com o astral da cidade porque será um equipamento de cultura que tem cinema, galeria de arte. Niterói já teve muitos cinemas de rua e, nos últimos anos, perdeu-os. Então, o Reserva Cultural vai atender a uma demanda das pessoas, dos niteroienses, pela qualidade do projeto, que já é bem-sucedido em São Paulo por ser um cinema de perfil fortemente cultural. Não tenho dúvidas de que o espaço será um sucesso em Niterói e toda a região e até mesmo para os cariocas. A parceria com o setor privado foi fundamental. Acredito que o Reserva Cultural agrega muito valor à cidade e ao Caminho Niemeyer porque é um grupo dos mais importantes na distribuição de filmes internacionais no Brasil e na América do Sul”, afirmou o prefeito da cidade, Rodrigo Neves, que visitou ontem [22] as obras do complexo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

4 × quatro =