Centro continua com retração no valor do aluguel de imóveis comerciais

Raquel Morais

O Sindicato da Habitação (Secovi Rio) divulgou o novo Relatório do Mercado Imobiliário com os indicadores da cidade de Niterói no mês de outubro. Com relação aos empreendimentos comerciais para venda o bairro do Ingá apresentou maior valorização com 7,6%, ao contrário do Fonseca que teve a maior queda do índice com 12,1%. Em relação ao aluguel a retração foi de 6,6% no Centro de Niterói. Em setembro o Centro de Niterói foi o bairro que teve maior desvalorização no valor da venda de imóveis comerciais com queda de 7,7%. No mês passado o bairro com maior valorização de venda de imóveis residenciais é Maria Paula com alta de 11,5% contra 6,3% de retração no valor do metro quadrado na Boa Viagem.

A venda de imóveis comerciais o bairro Fonseca foi o que teve maior variação do preço do metro quadrado com queda de 12,1%. O bairro de Charitas teve retração de 11,3% e o Centro de Niterói teve 6,6%. Já as maiores altas ficaram com o Ingá com aumento de R$ 7,6% e Santa Rosa com alta de 4,5%. Já quando o assunto é locação desses empreendimentos, Santa Rosa teve retração de 9,5% e o Centro 6,6%, ao contrário de São Francisco que e teve valorização de 13,8% e Icaraí de 10,1%.

Os indicadores de imóveis residenciais apontam que para venda a lista dos bairros com maior valorização do m² ficou assim: Maria Paula, Camboinhas e Itaipu com 11,5%, 5,3% e 5,2% respectivamente. E os três bairros com índice mais alto de queda nos valores foram: Boa Viagem (6,3%), São Francisco (3,3%) e Ingá (2,8%). Mas quando o assunto é aluguel o bairro do Vital Brazil teve alta de 19,6% seguido de São Francisco com 15,60% no valor do m² e Barreto com 11,8%. Já com retração apenas o Ingá teve queda de 5% nos valores e o Centro teve 4,6%.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

dezessete − 11 =